10 conselhos para alunos de faculdade a distância. Dicas para EAD

Veja 10 dicas importantes de um ex-aluno de faculdade a distância que você deveria considerar antes de matricular-se em um curso EAD. 10 conselhos úteis.

Dizem que se conselhos fosse bom ninguém daria e sim venderia, mas como já cometi muitos erros na vida por falta de um bom conselho, penso que as dicas abaixo podem ser úteis para muitas pessoas que conhecem pouco sobre a educação a distância e as faculdades EAD. Qual o perfil de um aluno e quais os pontos que ele precisa considerar? Veja alguns abaixo:

Pesquise sobre o curso

A primeira coisa a fazer é pesquisar bastante sobre o curso que deseja fazer, principalmente se você não conhece bem a área. Esta pesquisa é útil não só para mostrar o que você irá estudar, mas também no que irá trabalhar. Conversar com pessoas que já atuam nesta profissão é um dos melhores caminhos, pois você acaba descobrindo como é o cotidiano dessas pessoas, os desafios e oportunidades que existe na área. A faculdade sempre aponta para o mercado de trabalho, então a relação curso trabalho não pode ser desconsiderada.

Pesquise sobre a faculdade

Em que faculdade EAD você pretende estudar? Se você não tem a resposta a esta pergunta, recomendo que veja os diversos posts que fiz sobre educação a distância, o que inclui informações sobre diversas universidades que oferecem cursos EAD. Mas não há muitos segredos aqui, pois todas as instituições terão seus pontos fortes e fracos, creio que o importante aqui é entender qual faculdade lhe oferecerá uma melhor logística, uma modalidade mais adequada, preço e demais condições acessíveis.

Pesquise sobre a educação a distância

O que você sabe sobre educação a distância? Já leu ou conversou com pessoas que fizeram cursos a distância? Se não, recomendo que comece com a entrevista que dei a uma aluna sobre o assunto, mas não se limite a ela, ouça outras opiniões, inclusive negativas e avalie bem. Sinceramente não acho que a educação a distância seja adequada para todas as pessoas e as questões abaixo irão dizer melhor porque penso assim.

Desenvolva a autonomia

Um dos principais critérios para o sucesso do aluno é ter autonomia e se você não tem é necessário que isto seja desenvolvido, pois penso que um aluno muito dependente de professor poderia ter muitas dificuldades para sobreviver em um curso superior a distância. O motivo é simples, você não terá um professor o tempo todo ao seu lado para resolver todos os seus problemas. Como professor de cursos técnicos já tive alunos que eram tão dependentes que chegava a incomodar. Esse tipo de aluno não pode fazer uma faculdade EAD pois caso não consiga desenvolver mais autonomia, não irá conseguir obter bons resultados.

Administre seu tempo

Além da autonomia já explicada acima, ter tempo para estudar também é igualmente importante. Naturalmente que mesmo em cursos presenciais é necessário tempo disponível para os estudos, mas em cursos EAD isto é mais importante ainda, pois o fato de você não estar o tempo todo na sala de aula, precisa ser compensado de alguma forma fora dela. O ponto positivo aqui é que é possível aproveitar períodos supostamente ociosos para estudar. Saber administrar isso e aproveitar bem esse tempo é um dos caminhos para o sucesso.

Leia bastante

A leitura é uma arma necessária a qualquer estudante e em qualquer nível de educação. Ler bons livros, bons artigos, jornais, revistas, entre outros ajuda muito no desenvolvimento do raciocínio, nos ajuda também a compreender melhor o mundo em que vivemos, além de ajudar no domínio da escrita. Quem lê muito, tende a escrever bem.

EAD é coisa séria

A educação a distância vez ou outra é citada de forma negativa, muitos alegam que não é possível aprender desta forma, mas é preciso lembrar que sempre haverá críticos, seja lá no que você for fazer. É verdade que muitas críticas são fundamentadas e precisam ser consideradas, não estou aqui afirmando que faculdade a distância é a melhor coisa que fizeram, eu a defendo quando coloco as coisas em seu lugar. Portanto é preciso levar em conta sim o perfil do aluno, mas afirmar categoricamente que EAD não é coisa séria é um erro que muitos cometem.

Conhecimento é construído, não transmitido

Um dos motivos para justificar que faculdade a distância é coisa séria é o entendimento de que conhecimento não é algo transmitido e sim construído. A educação tradicionalista é que defende a ideia de transmissão de conhecimento e neste caso o papel presencial do professor é muito importante, mas a educação construtivista prega o inverso, ou seja, um aluno deve ser o principal responsável pelo seu conhecimento, tendo a escola e o professor como mediadores deste conhecimento.

Todos os cursos podem ser a distância

Segundo o MEC a resposta é não. Basta observar que a quantidade de cursos na modalidade EAD é muito inferior aos cursos presenciais. O que acontece é que a natureza de muitos deles exigem atividades e ações presenciais de forma a toná-lo inviável sua prática a distância. Um exemplo disso são os cursos que exigem laboratórios específicos ou matérias primas específicas. Talvez no futuro quando tivermos uma tecnologia mais desenvolvida, outros cursos poderão tornar-se viáveis para o modelo EAD. Atualmente as opções disponíveis são os cursos mais teóricos.

Persista até o fim

Depois de entendido bem os tópicos acima propostos é necessário pensar em persistência de levar o curso até o final. Existem coisas que a gente só entende no fim e o fim as vezes não só justifica, como explica os meios. O planejamento é importante e os tópicos acima devem ser considerados antes do inicio do curso, e uma vez iniciado, o melhor é persistir. Eu desejo sucesso a você.


 

Veja também:




// Comentários

Nenhum comentário



 

2007-2015   //   Blog do Luis   //   Política de Privacidade   //   Eu creio em Deus