Consumo de energia do chuveiro e ferro de passar. Dicas para economizar energia

Chuveiro 220 economiza mais energia que o 110? Ferro no vapor ou passagem a seco? Há alguma diferença do ponto de vista de consumo?

O consumo de energia do chuveiro e ferro de passar e as dicas para economizar energia, são os assuntos deste tópico que é parte da entrevista concedida ao Blog do Luis por Jorge Eduardo Schorr, técnico do Departamento de Utilização de Energia da Copel – Companhia Paranaense de Energia.

Chuveiro

Blog do Luis: Parece que o chuveiro é o vilão do consumo de energia. Por que isto acontece?

Copel: Todo equipamento elétrico destinado a produzir calor a partir do aquecimento de uma resistência ou de um filamento apresenta consumo elevado. É assim com os aquecedores de ambiente, ferros de passar, torneiras e, é claro, chuveiros, que em residências de padrão médio costumam responder por cerca de 25% do consumo mensal de energia elétrica. O consumo de eletricidade de um chuveiro depende do tempo de uso e da potência em watts do equipamento. Banhos muito demorados e muito quentes resultam em mais quilowatts-hora consumidos.

Blog do Luis: Chuveiro 220v economiza mais energia que o 110v?

Copel: Não. A potência elétrica é a relação direta entre a tensão da rede (220 ou 110 volts) pela corrente elétrica. Ou seja, se o chuveiro elétrico tem 6 mil watts de potência, ele irá consumir a mesma coisa não importando se na tensão de 220 ou 110 volts.

Blog do Luis: Quais as dicas para economizar energia durante o banho?

Copel: Para se consumir menos energia elétrica e, consequentemente, menos água nos banhos, sugerimos algumas mudanças de hábitos, tais como desligar o chuveiro durante o ensaboamento e encurtar o tempo de duração dos banhos. Sempre que possível, utilizar o chuveiro com a chave na posição “verão”. Importante: jamais mudar a posição da chave reguladora com o chuveiro ligado em razão do risco de choque elétrico.

Ferro de Passar

Blog do Luis: Assim como o chuveiro, o ferro de passar também consome muita energia elétrica?

Copel: Sim, mas como o seu uso não é diário, seu peso na conta de luz acaba sendo um pouco relativizado.

Blog do Luis: Passar roupas com o ferro no vapor ou passagem a seco? Há alguma diferença do ponto de vista de consumo?

Copel: Depende unicamente da potência elétrica do ferro. Geralmente, o ferro a vapor trabalha com uma potência maior que o ferro seco e, portanto, apresenta consumo maior.

Blog do Luis: Há uma recomendação de esperar juntar bastantes roupas e passar de uma única vez. Por que isto ajudaria no consumo de energia?

Copel: Porque o processo de aquecimento da resistência do ferro elétrico é gradativo e um pouco demorado. Assim, ligar o ferro uma única vez e passar uma grande quantidade de peças é uma atitude mais racional e econômica que ligar o ferro repetidas vezes para passar quantidades menores.

Blog do Luis: Quais as dicas para economizar energia com o ferro elétrico?

Copel: Acumular uma boa quantidade de peças e ligar o ferro elétrico uma única vez. Também é uma atitude inteligente separar as peças por tipo de tecido – os mais delicados dos mais pesados – e aproveitar o período em que o ferro está esquentando ou esfriando para passar as peças que precisam de menos calor para serem passadas.

Clique Aqui para voltar ao índice da entrevista




Veja também:





// Comentários

Nenhum comentário



 

2007-2012   //   Blog do Luis   //   Política de Privacidade   //   Eu creio em Deus