Como saber a diferença entre boleto bancário, fatura e duplicata

Quais as definições de boleto bancário, fatura e duplicata e quais as diferenças entre esses meios de pagamento, extrato de cobrança ou demonstrativo de uso?

Existem algumas formas de pagamento de contas que precisam de certa atenção. Por isso, é preciso seguir as regras e quesitos para cada uma delas. Nesse post vamos ver as diferenças existentes entre boleto, fatura e duplicata. Muitos não sabemos diferenciá-las, principalmente pela confusão na hora do significado e a função delas. É importante saber qual a diferença entre uma forma e outra, pois algumas são padrões, e exigem uma forma única para o pagamento das contas. Veja aqui como distinguir o boleto, fatura e a duplicata:

Boleto bancário

É um documento emitido pela empresa em que se deve através do computador via internet ou emitido pela própria empresa responsável da cobrança. Ele tem que ser pago em agências bancárias e lotéricas, essa é a sua única finalidade, por isso se dá o nome de Boleto Bancário. Foi um dos métodos para facilitar o pagamento de contas de pessoas que não possuem conta bancaria ou que querem fazer o pagamento em agências vizinhas a sua localização. Funciona de maneira eficiente e facilitada através de um código de barras que o cobrador utiliza para identificar o valor e os detalhes de pagamento. O boleto só pode ser emitido para concluir uma compra, ou seja, tem que ser no exato momento. Por exemplo: Em uma passagem de avião, você faz uma reserva e essa reserva irá gerar um boleto, você deverá paga-lo   para concluir a sua compra, só assim ela será confirmada.

Fatura

É um documento comercial que representa a compra, uso ou aquisição de algo que ainda não foi pago, ou seja, que deve ser pago. A fatura também pode ser usada como controle, como por exemplo, de um telefone fixo ou móvel, onde o cliente pode ver detalhes de uso, relação e valores das chamadas, vencimento e todas as explicações da empresa contratada para o serviço depois de utilizar todos os serviços que lhe foram disponibilizados ao usuário.

A fatura é emitida sempre pela empresa e geralmente é acompanhada do boleto bancário para o pagamento.

Duplicata

A duplicata é uma espécie de credito dado ao contratado ou a empresa em questão. Ela pode ser usada para pagar faturas e contas sem notas fiscais, sendo também uma forma mais facilitada de pagamento. Um exemplo: esses créditos são guardados com o vendedor ou com a empresa (pode ser a fatura dividida em varias duplicatas ou em apenas uma, como um parcelamento de conta), depois que o cliente paga uma das duplicatas ele recebe-a de volta como comprovante de pagamento da conta, até quitar suas contas. É um documento legal, onde deve conter o valor, e a assinatura do individuo.

Perguntas e respostas

O que é o EBANX?

É um mecanismo de pagamento que permite a compra em websites, isso será para os brasileiros, para que consigam comprar em outros países, utilizando o boleto bancário como forma de pagamento.

Quantos dias eu tenho para realizar o pagamento de um boleto?

O prazo é entre 3 á 5 dias, isso irá depender da taxa do vencimento que está descrita no boleto, se não for realizado o pagamento durante esse tempo será cancelado e vai ser necessário a impressão de um novo boleto.

Quais formas de pagamento podem ser aplicadas á uma fatura?

Para pagar uma fatura existem duas maneiras para fazer isso e elas são:

  • Pagamento integral - onde o valor é pago totalmente até o dia de vencimento.
  • Pagamento parcial - O valor é pago apenas uma parte do total, o valor restante será refinanciado pelo crédito rotativo e será cobrado novos juros em cima do valor.

Como proceder em caso de não recebimento de fatura?

A fatura chegará todo mês no endereço fornecido por você, é muito importante que os dados cadastrais estejam sempre atualizados. Caso os dados estejam correto e você não receba a fatura até o dia de vencimento entre em contato com a central de atendimento.

Onde surgiu a duplicata?

A duplicata surgiu no instituto da duplicata de fatura, como se sabe, surgiu no art. 219 do Código Comercial Brasileiro, por volta de 1912. Quando se realiza uma venda de algum produto ou serviço o vendedor poderá ficar com uma duplicata do documento. As duplicatas deverão ser apresentadas ao devedor em um período de 30 dias.

O que se origina com a duplicata?

Origina-se em um processo de pagamento de um contrato com compra e venda á prazo. Poderá ser emitida de forma facultativa pelo vendedor ou comprador. Porem é obrigatória para a entrada ou saída de algum produto.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fatura
http://marcelo-gomes.com/administracao/diferenca-entre-boleto-e-duplicata
http://www.portaleducacao.com.br/contabilidade/artigos/61104/o-que-e-duplicata#ixzz43BbnK6CR


 

Veja também:




// Comentários

Nenhum comentário



 

2007-2015   //   Blog do Luis   //   Política de Privacidade   //   Eu creio em Deus