EDUCAÇÃO / TECNOLOGIA / UTILIDADE PÚBLICA

Educação para todos com qualidade e permanente

Análise histórico da educação no Brasil, os problemas e os rumos que ela poderia tomar para termos uma educação continuada e com qualidade para todos.

Não é de hoje que o Brasil é um país que precisa de atenção especial na área da educação. No país nunca houve um programa educacional realmente eficiente que incentive pessoas desde crianças até a idade adulta, a procurarem estudar não por uma obrigação mas porque a educação é a porta de entrada para o conhecimento, cultura e formação de pessoas melhores e mais preparadas para o mundo.

Infelizmente o Brasil tem um histórico de não incentivo a educação, assim como vários outros costumes que vem da época do descobrimento e que acabaram se enraizando em nossa cultura.

Análise histórica

A educação nos primórdios do Brasil parecia ser algo que poderia ser um sucesso, tendo os jesuítas vindo pra cá logo depois de o país ter sido descoberto pelos portugueses e esses padres catequizando os índios do país.

O problema é que com o tempo os jesuítas foram deixando os índios de lado, dando atenção especial aos europeus que já viam com uma bagagem boa de conhecimento e acabam recebendo aqui oque podemos chamar de um upgrade, enquanto os índios já não eram mais tão interessantes pra eles.

Daí em diante até a expulsão dos jesuítas de nossas terras, a educação que teve apenas um início mas já parecia ser algo difícil por aqui, praticamente foi esquecido por Portugal e outros povos que começaram a habitar nosso país.

Do Brasil, Portugal só queria os recursos financeiros que podia retirar e não investia em nada no povo brasileiro que começava a se formar aqui, depois disso oque vimos foi um Brasil até quase o fim do século XX praticamente com a metade de analfabetos e que começou a dar alguns passos educacionais somente mesmo a partir do início do século 21.

O exemplo americano

Quando olhamos para outros povos como os Estados Unidos, vemos como uma colonização com ênfase no crescimento e investimento de recursos pode transformar uma pequena nação em um país poderoso e próspero, com pessoas com uma educação exemplar, sendo apenas alguns poucos com conhecimento básico ou analfabetismo praticamente funcional.

Mas como diz o ditado, não adianta reclamar o leite derramado. Se nosso Brasil teve uma colonização destrutiva e que usurpou muitos de nossos recursos e não investiu em nada para nosso crescimento, agora cabe a nós em nosso tempo, corrermos atrás desses séculos perdidos e começarmos a preparar um novo modelo educacional para nosso país.

Educação para o futuro

Olhar para nosso Brasil e reclamarmos de nossos antepassados é fácil, mas agora precisamos é nos calarmos e pensarmos em formas de mudar essa situação a qual estamos vivendo ainda hoje, sendo que no momento, a educação em nosso país melhorou em alguns quesitos, porém precisa melhorar na maioria dos requisitos apontados mundialmente para sermos considerarmos uma nação que valoriza seu povo com uma educação exemplar e de qualidade.

Espero ver meus filhos e netos voltarem a estudar em boas escolas públicas e para todos, espero ver um Brasil mais igualitário, com respeito e liberdade de expressão, visando uma justiça digna a todos, seja culpado ou inocente. Que possamos lutar no hoje por uma educação tal qual o grande Paulo Freire iniciou e esperava ver, oferecendo a todos oportunidades que realmente mude a vida das pessoas.

Que a educação deixe de ser um sonho ou pior, um pesadelo quando lembramos que há muitos lugares em nosso país onde não há uma escola decente e professores tão mal pagos. Que o país do carnaval do futuro seja mais educado, e no abre alas possamos todos dizer: Com licença, que a educação quer passar e ficar para sempre!

 

Veja também

Comentários

© 2008-2017 | LUIS.BLOG.BR | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio