Modelagem de dados: modelo conceitual, modelo lógico e físico

Definição de Modelagem de dados e o modelo conceitual, modelo lógico e modelo físico. Exercícios de modelagem de dados

A modelagem de dados é uma técnica usada para a especificação das regras de negócios e as estruturas de dados de um banco de dados. Ela faz parte do ciclo de desenvolvimento de um sistema de informação e é de vital importância para o bom resultado do projeto. Modelar dados consiste em desenhar o sistema de informações, concentrando-se nas entidades lógicas e nas dependências lógicas entre essas entidades.

Modelagem de dados ou modelagem de banco de dados envolve uma série de aplicações teóricas e práticas, visando construir um modelo de dados consistente, não redundante e perfeitamente aplicável em qualquer SGBD moderno.

A modelagem de dados está dividida em:

Modelo conceitual

A modelagem conceitual basea-se no mais alto nível e deve ser usada para envolver o cliente, pois o foco aqui é discutir os aspectos do negócio do cliente e não da tecnologia. Os exemplos de modelagem de dados vistos pelo modelo conceitual são mais fáceis de compreender, já que não há limitações ou aplicação de tecnologia específica. O diagrama de dados que deve ser construído aqui é o Diagrama de Entidade e Relacionamento, onde deverão ser identificados todas as entidades e os relacionamentos entre elas. Este diagrama é a chave para a compreensão do modelo conceitual de dados.

Exemplo simples de Diagrama de Entidade e Relacionamento

Modelo de Entidade e Relacionamento

Modelo lógico

O modelo lógico já leva em conta algumas limitações e implementa recursos como adequação de padrão e nomenclatura, define as chaves primárias e estrangeiras, normalização, integridade referencial, entre outras. Para o modelo lógico deve ser criado levando em conta os exemplos de modelagem de dados criados no modelo conceitual.

Exemplo do diagrama de banco de dados gerado no Microsoft Visio.

Modelo de banco de dados visio

Faça aqui o download do dicionário de dados do modelo acima.

Modelo físico

No modelo físico fazemos a modelagem física do modelo de banco de dados. Neste caso leva-se em conta as limitações impostas pelo SGBD escolhido e deve ser criado sempre com base nos exemplos de modelagem de dados produzidos no item anterior, modelo lógico.

Faça aqui o download do modelo acima em SQL para banco relacional. Neste caso o modelo foi implementado para o banco MySQL.

Conclusão

Os detalhes da modelagem mostrados neste artigo são exemplos e não a regra de modelagem. Há outras abordagens que certamente poderão ajudar também, mas fiz questão sintetizar um pouco e mostrar mais o lado prático contribuindo com alguns exemplos. O assunto é extenso e nem sempre de fácil compreensão, mas com um pouco de prática fica mais fácil o entendimento.




Veja também:





// Comentários

Patricia // São paulo // 18/06/2008 11:01:00

Bom dia Luis

Muito bom os materiais sobre modelagem de dados. Utilizando essa linguagem clara fica mais fácil de enteder ou relembrar conceitos já aprendidos.

Parabéns.

Patricia

Júnio // Betim/MG // 06/11/2008 06:46:00

Muito obrigado, foi de grande valia o conteúdo.

Edivaldo // São Paulo // 12/12/2008 11:09:00

Luis,

Muito bom o material. Claro, objetivo e útil.

Thaddeu // Santana-AP // 01/04/2009 20:56:00

Obrigado Luís os materiais relacionados a BD me ajudaram muito, conteúdo defácil interpretação.

João Patrick // Luanda-ANGOLA // 12/05/2009 07:10:00

Muito obrigado. O teu Material é tão claro e interessante para mi que pelo menos estou dar os primeiro passos nesta grande jornada( Base Dados) por favor continua a publicar tas artigos.

Paulo. So estudante 3ºano de licenciatura em ciencia da computação pela faculdade de ciência-Universidade Agostinho Neto

Porfavor envie por e-mail algumas video aula se possivel(estamos carentes de material).

Muito obrigado.

Jéssica Aline // Indaiatuba SP // 12/05/2009 12:45:00

Nem a minha professora de banco de dados explicou tão bem quanto uma simples lida em MODELAGEM DE DADOS, para mim ficou tudo mais claro. E com certeza irão me ajudar muito em uma apresentação de trabalho.

Muito Obrigada..

Jasse // Maputo - Moçambique // 16/06/2009 11:29:00

Excepcional, exclui quem tem inveja e nao conhece o valor do conhecimento. Material claro e objectivo.

Parabens Luis

Gisele // carapicuiba // 28/06/2009 13:42:00

Eu adorei as explicações sobre o conteudo em geral sobre banco de dados muito mais claro do que todo o material por mim pesquisado em outros sites, espero que vc nos forneça sempre mais atualizações do seu blog

muito brigado

Marcos Nascimento // Florianópolis/SC // 27/08/2009 17:42:00

Foi de grande valia a leitura do texto. Seria possível vc exemplificar a diferença entre os modelos com um único exemplo, isto é, evoluindo do conceitual até o físico.

Muito Obrigado

Leticia Lopes // Rio de Janeiro // 18/09/2009 11:21:00

Excelente material! Muito claro, prático e objetivo. Parabéns!!!

vinicius Lopes // rio de janeiro // 24/04/2010 21:36:00

Muito bom...

Minha professora sabe isso tudo, mas tem dificuldades para ensinar...

Seu conteúdo é prático é extremamente objetivo.

Ele não ensina completamente, mas dá uma base sólida para o aprendizado...

já tá gravado aqui em favoritos...

abraço...

Arlindo Rodrigues dos Santos // Campinas sp // 15/07/2010 17:42:00

Muito bom o material. Claro, objetivo e muito útil.

existem videos com estas informações ?

Gostaria de saber também, que nível de matemática é necessário para se trabalhar razoavelmente com banco de dados.

Louise Gabriele // Macapá - AP // 21/10/2010 00:07:00

Muitissimo Obrigada !!!

Pelo Material disponibilizado na rede, foram de sumula importancia em minha pesquisa e em minha aprendizagem.

Material de otima qualidade,

Neymar // Rio de Janeiro // 25/12/2010 12:30:00

Vc tem um bom conteudo teorico contudo acredito que para enrriquece-lo será necessario acrescentar exercícios praticos com uma boa quantidade cenarios.

wanderson // Sao Paulo // 06/08/2012 16:33:00

Valeu cara, ajudou muito!!!!

marcelo falafina // cafelandia // 17/10/2012 14:43:00

eu gostaria de agradecer e ressaltar q essas são disponibilizações úteis, fazendo jús à principal característica abandonada pelos homens de hoje de irmandade, onde um é sempre irmão verdadeiramaente do outro.Ótimo artigo e bem enxuto, perfeeito e funcional ,parabéns e muito obrigado

Gabriel // São Paulo // 26/11/2012 23:33:00

Luis, você nao tem noção como me ajudou a fazer meu trabalho do técnico, deixamos para ultima hora e precisavamos dos significados dos modelos do banco de dados....

Brigadão!





 

2007-2012   //   Blog do Luis   //   Política de Privacidade   //   Eu creio em Deus