EDUCAÇÃO / TECNOLOGIA / UTILIDADE PÚBLICA

Tipos de faculdades e universidades no Brasil. Principais Diferenças

Veja as diferenças entre faculdades, centros universitários e universidades. A classificação das instituições como administração pública e particular, instituições com ou sem fins lucrativos.

As instituições de ensino superior no Brasil, assim como a educação como um todo são regulamentadas pelo Ministério da Educação. Há vários tipos de faculdades e universidades, podendo ser classificadas quanto à administração: pública e privada, ou quanto a organização acadêmica, como entre faculdades, centros universitários e universidades.

Administração

Há basicamente dois tipos de instituições se observado a dependência acadêmica que são públicas e privadas, mas em cada um dos tipos poderá haver subdivisões como mostrado abaixo:

Públicas

Municipal.  Faculdades municipais são pouco comuns no Brasil, mas elas existem em alguns municípios brasileiros, como:

  • Franca / SP
  • Araras / SP
  • Palhoça / SC
  • São Caetano do Sul / SP
  • Jundiaí / SP
  • São José do Rio Pardo / SP
  • Entre outros

Estadual. São criadas e mantidas pelos estados. Algumas estaduais figuram na lista das melhores do país, este é o caso das universidades estaduais do estado de São Paulo.

Alguns exemplos:

  • USP – Estado de São Paulo
  • Unicamp – Estado de São Paulo
  • Unesp – Estado de São Paulo
  • UEMG – Estado de Minas Gerais
  • UERJ – Estado do Rio de Janeiro
  • UERGS – Estado do Rio Grande do Sul

Federal. As federais são criadas pelo governo federal e são a maioria das instituições públicas. Elas estão divididas em dois grupos: universidades federais e os Institutos de Educação Profissional e Tecnológicos.

Exemplos:

  • UFRJ – Federal do Rio de Janeiro
  • UFMG – Federal de Minas Gerais
  • UFRS – Federal do Rio Grande do Sul
  • UFBA – Federal da Bahia
  • UFPR – Federal do Paraná
  • Unifesp – Federal de São Paulo

Privadas

As instituições privadas são aquelas que são administradas pela iniciativa privada ou particulares como são mais conhecidas. A maioria das instituições de ensino superior são de iniciativa privada e basicamente elas podem ser classificadas da seguinte forma:

  • Privada sem fins lucrativos
  • Privada com fins lucrativos
  • Privada beneficente 
  • Especial

Instituições de ensino superior no Brasil

Organização acadêmica

De acordo com a organização acadêmica, as instituições de ensino superior podem ser faculdades, centros universitários e universidades.

Faculdades

Todas as instituições são credenciadas inicialmente como faculdades, podendo posteriormente solicitar o credenciamento como centro universitário ou universidade se este for o interesse e se houver os requisitos necessários para tal.

A maioria das instituições de ensino superior no Brasil são faculdades e normalmente elas focam em áreas específicas do conhecimento humano, como ciências exatas, ciências sociais aplicadas, engenharia, entre outras.

São exemplos de faculdades:

  • Fatec – Faculdade de Tecnologia de São Paulo
  • ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • FGV – Fundação Getúlio Vargas
  • FMJ – Faculdade de Medicina de Jundiaí
  • Entre outras

Centros Universitários

Os centros universitários devem ser credenciados pelo MEC para este fim e podem criar, organizar e extinguir cursos e programas educacionais em várias áreas do conhecimento. Para ser centro universitário são necessários:

Um quinto do corpo docente em regime de tempo integral;

Um terço do corpo docente, pelo menos, com titulação acadêmica de mestrado ou doutorado.

São exemplos de centros universitários:

  • UNISAL – Centro Universitário Salesiano
  • SENACSP - Centro Universitário Senac
  • UNIPAC – Centro Universitário Presidente Antônio Carlos
  • Entre outros

Universidades

Já as universidades são as instituições com a finalidade de ensino, pesquisa e extensão, esses três itens são obrigatórios. Segundo o MEC as universidades são caracterizadas por:

Produção intelectual institucionalizada mediante o estudo sistemático dos temas e problemas mais relevantes, tanto do ponto de vista científico e cultural, quanto regional e nacional;

Um terço do corpo docente, pelo menos, com titulação acadêmica de mestrado ou doutorado;

Um terço do corpo docente em regime de tempo integral.

São Exemplos de universidades:

  • USP – Universidade de São Paulo
  • UNIP – Universidade Paulista
  • UFBA – Universidade Federal da Bahia
  • Entre outros

Com informações do Ministério da Educação



 

Veja também

Comentários

© 2008-2017 | LUIS.BLOG.BR | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio