Como Consultar Processos no TRT de SC, RS e PE

Texto com explicações sobre a consulta de processos no TRT4 – Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul. Dicas para usuários interessados.

Para quem tem processos na justiça trabalhista do Rio Grande do Sul, uma conveniente opção é a consulta de processos trabalhista pela internet no site do TRT 4 do RS. Contudo é bom lembrar que a consulta disponibilizada na internet tem caráter meramente informativo, não tendo valor legal.

Consulta de processos no TRT4 do RS

Para efetuar a consulta de processos no TRT4 do RS, acesse o site do tribunal no link http://trt4.jus.br, entre na opção consulta e depois em consulta processual.

O usuário deverá ter em mãos o número do processo ou pelo número da OAB. Conforme indicado no site do TRT 4, a consulta pelo nome das partes (reclamado ou reclamante) não será possível. Portanto é indispensável para a consulta, o número do processo ou o número da OAB.

Lembrando que o histórico dos processos normalmente são feitos em linguagem jurídica, por isso nem sempre é compreensível para pessoas não acostumadas com tal linguagem.

Consulta de processos no TRT-12 de Santa Catarina

Assim como já ocorre em quase todos os tribunais de justiça trabalhista, o TRT-12 de Santa Catarina, também permite que seja feito a consulta de processos trabalhistas pela internet. Este recurso pode ser acessado por advogados e pelas partes do reclamado como do reclamante.

O endereço do TRT-12 de SC é: http://www.trt12.jus.br. Entre na opção consulta e depois em processos.

Algumas pessoas poderão encontrar dificuldades no entendimento dos textos que compõe o histórico do processo. Haja vista que muitos termos empregados são de natureza própria dos advogados, juizes e demais profissionais da área jurídica.

Havendo dificuldade para estabelecer juízo de causa, procure um advogado que terá condições de orientar não só sobre os termos apresentados, bem como a real situação do processo.

Consulta de processos no TRT-06 de Pernambuco 

No estado de Pernambuco, um desses serviços é a consulta de processos pela internet, disponível no site do TRT-06 de PE. Lá é possível consultar de forma rápida o andamento de um processo na justiça trabalhista de PE.

O endereço do site do TRT de PE é: http://www.trt6.gov.br/. Entre na opção Processos e depois em Consulta Processual.

Não sei se ocorre no TRT de PE, mas aqui em SP o histórico do processo apresenta linguagem não muito familiar com definições difíceis de entender. É sempre bom consultar um advogado para uma avaliação mais precisa do real andamento do processo.

Contudo é de grande valor o serviço e poderá trazer comodidade a muitas pessoas em Pernambuco.

Perguntas e respostas

Como iniciar uma ação na Justiça do Trabalho?

O Interessado poderá dar inicio junto a Justiça do Trabalho, ou poderá dirigir-se até um setor de alternação do fórum trabalhista, poderá ser o local mais próximo de sua casa. Após dado entrada um servidor público dará inicio ao processo de acordo com os fatos narrados por você.

Necessito contratar um advogado para resolver meu processo trabalhista?

Não é obrigatória a utilização de um serviço de advogado para o processo, porém o artigo 791 da lei CLT garante o direito para ambas as partes de utilizarem o serviço de um ou mais advogados, perante as Varas do Trabalho e o Tribunal Regional do Trabalho.

Posso trocar de advogado no meio do processo?

Sim, poderá fazer a troca á qualquer momento do processo, será necessário que o interessado assine uma ata de nova procuração, ou autorize a troca de poderes á outro profissional.

Existe alguma taxa ou custo na abertura de processo?

No momento do ajuizamento não há nenhum custo para o encaminhamento de ação trabalhista, porém a parte que perder o processo deverá pagar os custos processuais que foram estipulados pelo Juiz e mais 2% do valor da coordenação.

O que deve conter na petição inicial?

No iniciamento o interessado deve contar perante a justiça, a narração detalhada de todos os fatos que se entende como violação da lei e seus devidos direitos que foram abalados.

Quais os prazos para propor uma ação trabalhista?

Se a relação de trabalho for vigente, será possível á abertura a qualquer momento. Podendo reclamar sempre de parcelas até cinco anos, se acontecer quebra de vinculo o tempo e de até no máximo 2 anos. Passando esses prazos o interessado perderá os direitos.


 

Veja também:




// Comentários

Nenhum comentário



 

2007-2015   //   Blog do Luis   //   Política de Privacidade   //   Eu creio em Deus