Cálculo Mensal do IR – Imposto de Renda – Carnê Leão

Quem deve pagar o imposto de renda mensal? Como calcular o imposto de renda mensal para pagamento através do Carnê Leão? Veja este passo-a-passo de como fazer o cálculo.

Home Cidadania

O cálculo mensal do IR – Imposto de Renda no Brasil é feito através do Carnê Leão, uma modalidade de recolhimento de imposto de renda que deve ser usado por profissionais liberais, trabalhadores autônomos, recebimentos vindos do exterior, entre outros. Pagar imposto de renda é algo que não agrada a muita gente, mas é necessário e por isso é bom ficar atento quanto ao valor a ser pago, bem como fazer o pagamento. Veja abaixo algumas informações que poderão ajudá-lo nesta tarefa.

Quem deve pagar o imposto de renda mensal?

Se você não sabe ou não tem certeza se deve pagar o imposto de renda mensal, some todos os seus rendimentos mensais, como: salário, aluguéis ou outras fontes de renda. Está sujeito ao pagamento as pessoas que exceder os ganhos mensais, conforme a tabela abaixo:

  • Ano-calendário 2012 –  R$ 1.637,11
  • Ano-calendário 2013 – R$ 1.710,78
  • Ano-calendário 2014 – R$ 1.787,77
  • Ano-calendário 2015 em diante: R$ 1.903,98 (Sim, esta tabela está congelada desde 2015)

Como calcular o imposto de renda mensal

1º  – Baixe e instale o programa Carnê Leão. Faça o download diretamente do site da Receita Federal através deste link.

2º – Abra o programa e preencha o cadastro com seus dados pessoais (Nome e CPF);

Cálculo Mensal do IR - Imposto de Renda - Carnê Leão

3º Na tela do demonstrativo você irá informar os valores mensais para o cálculo.

Cálculo Mensal do IR - Imposto de Renda - Carnê Leão

Na simulação acima, perceba que eu coloquei renda de três fontes diferentes:  Trabalho não assalariado (ou salário informal), aluguéis e outros.

Há um fator importante que são as deduções. Pela figura acima você pode perceber que as deduções possíveis são: Previdência Oficial, Dependentes (R$ 144,20 para cada), Pensão alimentícia (somente as pensões judiciais) e Livro caixa.

Como resultado ele disse que eu devo pagar R$ 282,47. Mas como ele chegou a este cálculo? Veja a tabela abaixo:

  • R$ 3.700,00 foi o total de rendimentos
  • R$ 294,20 foi o total de deduções
  • R$ 3.405,80 foi o valor base para cálculo do imposto

Como é feito o cálculo?

O cálculo do imposto de renda de pessoa física (IRPF) é feito baseado em uma tabela que estabelece faixas de tributação. Eles pegam o seu rendimento no mês e divide ele em 5 faixas. A primeira não é tributada, a segunda é tributada em 7,5%, a terceira em 15%, a quarta em 22,5% e a última em 27,5%. Veja o exemplo abaixo:

Valor do rendimento (descontado as isenções). Também chamado de base de cálculo: R$ 5.000,00

Neste caso, o valor R$ 5.000,00 vai ser dividido em 5 partes ou faixas da seguinte forma:

  • Faixa 1: R$ 1.499,15 (isento)
  • Faixa 2: 747,60 (7,5% ou R$ 56,07)
  • Faixa 3: 747,60 (15% ou R$ 112,34)
  • Faixa 4: 747,60 (22,5% ou R$ 168,18)
  • Faixa 5: 1.256,81 (27,5% ou R$ 345,62)
  • Total a pagar neste exemplo: R$ 682,21

Note que a faixa 5 ficou maior, porque na verdade o que excede o limite da faixa 4 cai tudo na 5. Com isso, quando mais você ganha, mais imposto paga, pois boa parte do seu rendimento ficará na última faixa.

Esses valores foram calculados com base na tabela de 2016, mas todos os anos ele sobre correções.

Você poderá fazer este cálculo a qualquer momento e usando a tabela vigente neste link no site da Receita Federal. Para entender melhor como eles fazem o cálculo do imposto de renda, visite este link.

Como faço para pagar o imposto de renda devido?

Depois de efetuar o cálculo mensal como mostrado acima, basta clicar na opção imprimir lá no programa Carnê Leão, selecione a aba DARF e escolha o mês que deseja imprimir. Imprima o DARF e pague em qualquer banco. Veja a figura abaixo:

Cálculo Mensal do IR - Imposto de Renda - Carnê Leão

Uma observação a ser feita é que o Carnê Leão não supre a necessidade de fazer o ajuste anual, onde normalmente você acaba tendo imposto a restituir. Para este caso, procure o seu contador.

Imposto retido na fonte

Para quem trabalha registrado e recebe um valor sujeito a tributação, o pagamento já vem descontado na folha de pagamento, é o chamado imposto retido na fonte. Embora os valores descontados se aplicam a tabela cheia, é possível fazer o ajuste anual para determinar qual é o valor real que você deveria ter pago e caso tenha pagado a mais, receberá os valores excedentes na restituição do imposto de renda.

Perguntas e respostas

Trabalho assalariado. Mesmo assim preciso pagar o carnê leão?

Não. Quem é assalariado tem o imposto retido na fonte pela própria empresa pagadora e com isso não é necessário o uso do carnê leão. Exceto, se além do seu trabalho formal, você tiver outra fonte de renda, como é o caso de recebimento de aluguéis, por exemplo.

Quem precisa usar o carnê leão?

Profissionais liberais, trabalhadores autônomos, recebimentos vindos do exterior, recebimentos de aluguéis e outras fontes de renda que não seja assalariado.

Se eu pagar o carnê leão, preciso fazer a entrega do imposto de renda anual?

Sim. A entrega anual ou Declaração Anual de Ajustes é necessário para todos os casos. Você irá lançar os valores pagos no carnê e as demais informações. O programa da Receita irá calcular se você tem imposto a restituir ou se tem algo mais a pagar.

Eu ganho pouco, mesmo assim preciso fazer a entrega mensal?

Não. Observe no início do texto que coloquei o valor mínimo que é estabelecido pela Receita Federal. Quem ganha menos que isso não precisa pagar o Carnê Leão, mas precisa entregar a declaração de isento que é feito na mesma época do ajuste anual, nos meses de março e abril.

Tinha que pagar o Carnê Leão, mas não fiz. E agora?

Você deve fazer a entrega da declaração de ajustes anual normalmente e declarar todos os valores que recebeu. Assim será feito a apuração e se houver imposto a pagar o programa irá informar. Neste caso você não terá imposto a restituir, pois não fez os pagamentos mensais.

E se eu não fizer a declaração de ajustes anual em março ou abril?

Poderá fazer posteriormente mediante ao pagamento de uma multa. A não entrega poderá gerar diversos problemas, como a não liberação de financiamentos em bancos públicos e privados, impossibilidade de abertura de contas bancárias, problemas ao tentar sair do país, como a emissão e renovação de passaporte, entre outros.

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2018 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio