CPF na Nota. Você pede ou não a Nota Fiscal Paulista?

Quando você faz uma compra, você tem o direito de receber a restituição de parte do importo pago. Você coloca o CPF na nota para ter direito ao crédito da restituição?

Home Cidadania

CPF na nota? Se você mora no estado de São Paulo ou faz compras por aqui, já deve ter ouvido muito esta pergunta. Seja no supermercado, lojas, postos de abastecimentos, entre outros comércios, a Nota Fiscal Paulista está disponível a toda a população. Mas o que este programa?

Quando você coloca o CPF na Nota Fiscal significa que você está dizendo ao governo do estado de são Paulo que quando o imposto for cobrado daquela nota, você deseja receber a devolução de até 30% do valor do imposto cobrado. Quando uma pessoa não pede a NF Paulista, ou seja, não coloca o CPF na nota, ele deixa de ter o benefício da restituição de parte do imposto pago naquela nota.

Já notei que muitas pessoas respondem com um não categórico quando a pergunta sobre o CPF na nota é feita. Noto com certa frequencia em supermercados e outros estabelecimentos. Em parte, isto pode ocorrer porque muitas pessoas temem que o programa nota fiscal paulista esteja vinvulado a questão de imposto de renda e controle de gasto, mas isto é bobagem por dois motivos:

Primeiro: Se o governo estive de fato querendo controlar seus gastos e descobrir se você está sonegando, precisaria de mais ações. Não é controlando suas compras que ele vai descobrir se você snega ou não. Hoje, acho que ninguém guarda dinheiro em baixo do colchão. Se você movimenta seu dinheiro por banco ou cartão de crédito, isto já é mais que suficiente para o governo saber se você sonega ou não.

O segundo motivo pelo qual colocar o CPF na Nota Fiscal Paulista não tem a ver com controle de gastos e sonegação é que o programa é do governo do estado de São Paulo e a Receita Federal que cobra o imposto de renda e do Governo Federal. São coisas diferentes e por isso não vejo ligação entre uma coisa e outra.

Os benefícios do programa Nota Fiscal Paulista são explicados no vídeo abaixo:

Os créditos poderão ser doados para uma instituição de caridade credenciada pelo governo de São Paulo para receber os créditos que você tinha direito. Então você poderá ser beneficiado ou poderá optar por oferecer o benefício para outras instituições.

Mesmo depois dos créditos já gerados em sua conta, você poderá ainda transferí-los a outra pessoa, caso desejar.

E você?  Você pede ou não a Nota Fiscal Paulista?

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2018 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio