Qual a importância da educação a distância – EAD para o Brasil?

Qualificação para o trabalho, Exercício da cidadania, atendimento a localidades remotas e sem a presença de faculdades presenciais, desenvolvimento da autonomia, entre outras vantagens. Veja esta análise mostrando a importância da continuação dos estudos.

Home » Educação

A educação a distância é uma realidade no Brasil, começou de forma modesta, sofrendo muitas críticas e sendo alvo de preconceitos, mas vem ganhando espaço e respeito e poderá ser um dos pilares do desenvolvimento da educação no país para os próximos anos.

Eu acredito na EAD e abaixo relacionarei alguns pontos que considero importantes na educação a distância.

Qualificação para o trabalho

A principal função de um curso superior, ainda que em última instância, é preparar a pessoa para o mercado de trabalho. O Brasil é tido como um país de pouca mão de obra qualificada, isto se justifica pelo baixo índice de educação no país. A Educação a distância não resolverá isso, mas certamente irá contribuir para melhorar esta qualificação.

Certa vez ouvi uma estatística que dizia que são necessários quatro brasileiros para produzir o que um americano sozinho produz. Isto está relacionado a qualificação e tecnologias disponíveis.

Veja o quanto ainda temos de crescer em termos de qualificação para o mercado de trabalho e como isto é importante para o país e a economia como um todo.

Vez ou outra surgem estatísticas como é que citei acima e outras que mostram que pessoas com qualificação tem um salário maior, em outras palavras, a quantidade de anos de estudos pode ter um reflexo muito mais positivo no contracheque no final do mês do que o contrário.

Exercício da cidadania

Outro ponto importante que precisamos considerar é o exercício da cidadania. Em tese a prática da cidadania deveria começar em casa, mas ninguém pode ensinar aquilo que não sabe, que não viveu ou que não perceba significado. Como o perfil dos alunos da EAD são geralmente pessoas mais adultas, pais ou até avós, é de se esperar que uma faculdade venha a conscientizar sobre a importância do exercício dos seus direitos e principalmente dos seus deveres como o país e com a sociedade. É também de se esperar que isto seja repassado para os filhos ou pessoas a sua volta.

A tendência é termos cada vez mais famílias onde a maioria das pessoas tem alguma formação superior. Apesar de isto não ser tudo que uma família precisa, é um importante aliado para a vida em comunidade.

Pessoas que estudam pouco, que se atualizar pouco acabam por ter mais dificuldades em argumentar, descobrir os direitos que ela tem, perder oportunidades, bem como se auto limitar por acreditar que não tem competência de fazer uma coisa ou outra. A própria pessoa acaba se excluindo do seu papel de cidadão que é tão importante e tão necessário para todas as pessoas.

Localidades remotas

Jovens são públicos de faculdades presenciais

Muitas cidades e até regiões do país sofre com a ausência de faculdades e cursos presenciais. Como a educação a distância não tem fronteiras, essas regiões podem ser muito beneficiadas com a oferta de cursos, traduzindo em oportunidades para jovens e adultos. Eu moro no interior de São Paulo na região de Campinas. A cidade que moro com aproximadamente 300 mil habitantes tem sete faculdades ou universidades presenciais, sendo duas públicas e uma oitava também pública já foi anunciada. Sei que este não é o cenário da maioria das demais regiões do país.

Há pontos na região nordeste do país e principalmente no Norte em que o acesso é bastante complicado, sendo muita das vezes feito de barco. Então, ter estratégias de educação a distância nesses locais, certamente ajudam essas pessoas que não tiveram acesso a universidades presenciais como acontece em outras partes do país.

Público adulto

Não tenho dados oficiais, mas há relatos e também por vias de observação que a maioria das pessoas que fazem faculdade a distância são pessoas mais adultas, que talvez por já estarem trabalhando ou serem chefes de famílias não tem tempo de frequentar uma faculdade presencial. Este é um dado extremamente importante, porque são pessoas que talvez nunca fariam uma faculdade de não fosse pela modalidade a distância.

Dar oportunidades a essas pessoas é algo gratificante para elas e bom para a sociedade como um todo. Aumenta a autoestima, gera oportunidades de trabalho, relacionamentos, estimula o cérebro, entre outros itens benéficos.

Não resta dúvida que as pessoas mais idosas podem se beneficiar muito com a educação a distância. Uma pessoa na terceira idade que se dedica ao estudo fará um bem enorme para ela mesma e para sua família. Portanto muito mais do que pensar em dinheiro ou qualificação, a educação a distância pode trazer benefícios sociais e pessoais para inúmeras pessoas que passaram uma vida privada do direito e talvez de oportunidades de poder estudar e conhecer um pouco mais.

Desenvolvimento da autonomia

Um curso a distância como os que ocorre nos cursos superiores exige do aluno o exercício da autonomia. A autonomia é algo que todos nós temos algum nível de autonomia, porém, muitas pessoas não a exercem por medo, insegurança ou outros fatores. Pessoas muito dependentes terão problemas no trabalho, no relacionamento com outras pessoas e na vida como um todo. A EAD é uma ótima oportunidade para as pessoas construírem sem próprio conhecimento.

Quem já fez uma faculdade a distância sabe bem o que significa ter autonomia. É um item indispensável para quem adota o modelo EAD, pois você acaba sendo o protagonista do seu processo de aprendizado e portanto é necessário ter atitudes autônomas para se obter sucesso nesta empreitada.

Inclusão da família no contexto da educação

Educação no texto da família

Por fim concluo que os benefícios da educação a distância se estendem a toda a família. Uma coisa é ter os filhos estudando outra coisa é ter os pais estudando. Se isto for usado com inteligência poderá ajudar muito os filhos com seus estudos, pois além ser um exemplo é também uma oportunidade de falar a mesma língua, discutir assuntos pertinentes aos cursos e a educação, ajuda-se mutuamente e por fim criar um contexto onde pais e filhos estudam, provocando uma sensível mudança no modelo de família que tradicionalmente víamos no Brasil.

Se é verdade que a educação começa em casa, é verdade também que ela deve continuar em casa em todos os níveis e por todas as pessoas. Assim estar sempre envolvida com a leitura, com os estudos ou com uma formação acadêmica trará muitos benefícios da sua família.

Conclusão

Como visto, há muitas vantagens no modelo de educação a distância e esta lista não é exaustiva, pois há ainda outros pontos que poderiam ser considerados.

Há muito no que progredir na educação como um todo no Brasil e enquanto em algumas partes do país as instituições de ensino presencial atendam bem a necessidade local, em outras é através do modelo EAD que a coisa avança melhor.

Há contudo muito no que melhorar também, seja na oferta de cursos ou na qualidade dos mesmos, já que existem muitas críticas às faculdades a distância. Mas é um modelo ainda novo e que está aprendendo e desenvolvendo a melhor forma de aliar as vantagens deste modelo e atender de forma satisfatória os desafios que ele proporciona.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.