Como funciona o SISU, quem pode se inscrever e a nota do ENEM

Como funciona o SISU - Sistema de Seleção Unificada para bolsas de estudos no ensino superior com base na nota do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio

Home Educação

Os esforços do MEC - Ministério da Educação no sentido de garantir o direito à formação superior para todos os interessados conta com a participação do SISU. O SISU – Sistema de Seleção Unificada é um programa que consiste na oferta de bolsas de estudos em cursos de graduação em inúmeras instituições públicas de ensino, em que o preenchimento da vaga se dá por meio da realização do Exame Nacional de Ensino Médio – Enem.

O funcionamento do SISU se baseia em apenas uma fase que segue da seguinte maneira, o candidato se inscreve informando os dados que serão solicitados, após a inscrição o candidato tem direito a duas opções de cursos: ampla concorrência e políticas afirmativas (afrodescendentes, indígenas, egressos de escola pública etc.). O candidato deverá também escolher a instituição que deseja estudar e que são integrantes do SISU podendo mudar as opções escolhidas a qualquer momento, e será validada a ultima alteração antes do término da data disponibilizada para efetuarem as inscrições.

As inscrições

No momento da inscrição você informará alguns dados sobre o Enem e será por meio destes dados, em particular a nota obtida no exame, que o SISU realizará a avaliação de classificação para os cursos escolhidos, ao ser selecionado na primeira ou na segunda opção o candidato tem que realizar rapidamente a confirmação de ocupação da vaga na instituição para que não corra o risco de perder a bolsa, pois é dado um prazo para a realização da confirmação realizando a matricula no curso. Caso o candidato não tenha sido selecionado na 1ª ou na 2ª opção escolhida ele poderá ficar na lista de espera, que é quando o candidato aguarda um desistência do candidato selecionado apenas na 1ª opção do curso que escolheu, necessitando realizar a notificação de interesse na espera.

As bolsas

As bolsas oferecidas pelo SISU são destinadas á toda a população brasileira,necessitando apenas que tenham realizado o Enem no ano anterior ao da inscrição, por exemplo, os candidatos interessados em se inscrever no SISU neste ano devem ter realizado o ENEM no ano passado e que tenham obtido nota acima de zero na redação. Os candidatos que já participaram do SISU e também já foram contemplados com a bolsa também poderão se inscrever seguindo a mesma exigência feita para os outros candidatos. A inscrição é fácil e sem custos, podendo ser realizado no site do MEC.

O SISU exige dos candidatos a realização do Enem no ano anterior ao da inscrição e durante o preenchimento da inscrição no SISU será solicitado o número de inscrição e a senha utilizada para a realização do ENEM e automaticamente o sistema do SISU consegue adquirir a nota do candidato, pois é a partir da nota obtida no Enem que será concedida ou não a bolsa de estudos em um curso de graduação nas diversas instituições federais e estaduais do país, Inscrição e resultado do SISU no site do MEC em: https://www.mec.gov.br/ .

Informações de: https://sisu.mec.gov.br/tire-suas-duvidas

As instituições federais oferecem vagas a estudantes de escolas públicas. São vagas destinadas a cotistas e a quantidade pode variar entre cada instituição de ensino. Todas essas informações são encontradas no site do Sisu.

O cotista concorre somente com candidatos que optaram pelas cotas para a mesma universidade, curso e turno.

As cotas para também são oferecidas a afrodescendentes, indígenas, e para quilombolas, pessoas com deficiência, sendo que estes últimos ficam a critério das universidades conceder ou não vagas, afinal não há obrigatoriedade legal.

Quem se candidata no Sisu é responsável pela veracidade dos seus dados, estar dentro dos requisitos e ainda apresentar os documentos para a condição de cotista.

No sistema Sisu, o candidato tem acesso à lista de documentos que deve apresentar como comprovante de renda, escolaridade, etc.

Para efetivar a matrícula, cada instituição educacional solicita a documentação de acordo com o que considerar necessário.

O processo do Sisu é extremamente concorrido. Se por acaso você não conseguir uma vaga e se estiver feito o Enem e ainda cumpra os requisitos necessários, pode pleitear uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) ou um financiamento do FIES.

Para ingresso em algumas universidades privadas, sem precisar realizar uma prova de vestibular, a nota do Enem é considerada.

Fonte: https://www.mundovestibular.com.br/articles/17759/1/Como-funciona-o-Sisu/Paacutegina1.html

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio