Tipos de escolas: Infantil, fundamental e médio, superior e outras

A escola faz parte das nossas vidas e desde bem cedo aprendemos o seu valor. Existem tipos de escolas de acordo com o nível de educação ou outras classificações. Veremos aqui.

Home » Educação

A palavra escola é empregada para designar um local ou uma instituição de ensino e aprendizagem. Historicamente ela esteve associada a um local físico e designado para o ensino nos diversos níveis de aprendizagem. Contudo a palavra pode aparecer em um contexto mais amplo, especialmente no contexto atual e com adoção das novas tecnologias onde a ideia de um local físico já não pode ser definida de maneira exclusiva.

Termos como escola digital, ensino remoto e outros vem para desafiar as antigas definições e nos forçar a entender novos modelos de escola e educação.

Nesse artigo iremos avaliar os diversos tipos de escolas que são conhecidos em nossa sociedade, oferecendo uma breve definição de cada uma.

Tipos de escolas que serão considerados:

[indice]

  • Educação infantil
  • Ensino fundamental
  • Ensino médio
  • Faculdades e universidades
  • Escolas técnicas
  • Escolas profissionalizantes
  • Autoescola
  • Escola Bíblica Dominical
  • Escola da vida
  • Outros termos para escola

[fim-indice]

Educação infantil

A educação infantil á aquele que atende crianças de 0 a 6 anos de idade e pode ser definida em duas fases, sendo a creche e a pré-escola.

A creche tem como finalidade a etapa do ensino infantil destinada a crianças de até três anos de idade. Nesta fase a proposta é promover os cuidados a criança, bem como socializar e promover o desenvolvimento da criança em um ambiente social e na convivência com outras crianças.

Em função das atividades profissionais dos pais, muitos deixam as crianças em creches para poderem trabalhar e assim são duplamente beneficiados, pois terá o cuidado das crianças nas mãos de profissionais da educação, bem como os cuidados físicos, incluindo alimentação, cuidados de higiene, dentre outros.

De 4 a 5 anos (ou a 6 anos, em alguns casos) temos a etapa da pré-escola, onde os alunos contam com atividades lúdicas adequadas a sua idade, sempre com uma visão pedagógica. [1]

No Brasil as instituições de ensino de educação infantil podem ser particulares ou públicas, sendo esta última de responsabilidade dos municípios e portanto elas operam no âmbito municipal. Normalmente os professores que trabalham diretamente com as crianças tem formação pedagógica.

Ensino fundamental

Uma escola de ensino fundamental é aquela que oferece educação formal de primeiro ao nono ano, sendo dividido em anos iniciais que vão do primeiro ao quinto e anos finais que vão do sexto ao nono ano.

Nos anos iniciais cada professor é responsável por uma turma e assim os alunos não têm a troca ou o rodízio de professores como é comum nas etapas seguintes. Já nos anos finais, cada professor é responsável por uma matéria e assim ocorre o rodízio de professores de acordo com a disciplina de cada aula.

A mudança do 5º para o 6º costuma ter um impacto maior para as crianças por conta desde novo modelo em que ele ainda não está habituado.

No passado a educação fundamental era chamada de primeiro grau ou mais antigamente ainda de ginásio.

Vale lembrar que nesse nível de educação é obrigatória no Brasil e cabe aos pais e responsáveis matricular seus filhos em uma escola pública ou privada.

Ensino médio

Uma escola de ensino médio oferece educação formal do primeiro ao terceiro ano e sucede o ensino fundamental. No passado o ensino médio era conhecido como o segundo grau e mais antigamente ainda como ginásio ou ginasial.

As escolas de ensino médio têm papel importante na preparação dos alunos para a próxima etapa que á a faculdade e dessa forma muitos elaboram os seus currículos, bem como a sua proposta de trabalho muito alinhada aquilo que os exames vestibulares cobram, como é o caso do ENEM atualmente.

Vale lembrar que o ensino médio também pode ser feito em escolas públicas ou privadas.

No ensino médio o modelo de aulas segue basicamente o que já era feito nos anos finais do ensino fundamental, com cada professor lecionando em uma matéria e assim ocorre o rodízio de matérias e consequentemente de professores durante as aulas.

As matérias comuns do ensino médio são língua portuguesa, matemática, história, geografia, física, sociologia, biologia, química, filosofia, inglês, educação física e em alguns casos pode-se incluir ainda espanhol ou até outros idiomas.

Faculdades e universidades

Depois eu ensino médio, a sequência é a educação superior ou terceiro grau, como também é conhecido. As escolas que oferecem cursos de formação superior são as faculdades, centros universitários ou universidades.

Nessas instituições, os alunos poderão fazer os cursos de graduação ou os cursos de pós-graduação, que nesse caso são divididos em especialização (lato senso) e mestrado e doutorado (estrito senso).

Vale lembrar que a educação superior não é obrigatória no Brasil e existe uma quantidade significativa de alunos que terminam ensino médio e não fazem um curso superior ou faculdade, na maioria dos casos, provavelmente por limitações financeiras.

Muitos que estudaram em escolas públicas no ensino fundamental e médio não tem recursos suficientes para pagar as altas mensalidades em uma faculdade ou universidade particular. Em função da limitação de vagas, o acesso à universidades públicas é muito concorrido e acaba por eliminar as chances de muitos desses alunos.

Diferenças

Conforme citado acima, as escolas de educação superior podem ser classificadas em faculdades, centros universitários e universidades. A diferença entre elas é que a faculdade normalmente a tua uma quantidade menor de cursos sendo mais focada em algumas áreas, já os centros universitários especialmente as universidades têm uma visão bem mais ampla e oferece uma quantidade muito grande de cursos, abrangendo praticamente todas as áreas do conhecimento.

Existe uma outra classificação muito conhecida no Brasil o que é quanto a ser uma instituição pública ou privada. As faculdades e universidades públicas podem ser federais, estaduais ou municipais e elas representam percentual significativo nas instituições de qualidade que temos no Brasil.

Já as instituições privadas são abundantes em número, indo desde faculdades que atuam em cursos bem específicos até grandes universidades como é o caso da Universidade Paulista, que é uma das maiores instituições do Brasil.

Escolas técnicas

Uma escola técnica é aquela que oferece cursos de nível técnico e existe uma quantidade relativamente grande desse tipo de escola no Brasil, especialmente nas cidades de médio e grande porte.

Um curso técnico é uma formação que pode ser feita por alunos que concluíram ensino médio ou que estejam cursando pelo menos o segundo ano do ensino médio.

A proposta deles é uma formação mais rápida do que a faculdade e mais direcionado para uma área específica, visando preparar um aluno que quer ingressar mais rapidamente no mercado de trabalho antes de entrar na faculdade.

Muitas pessoas acabam fazendo apenas o curso técnico depois do ensino médio portanto as escolas técnicas desenvolvem um papel importante e fundamental em formar profissionais para atuar no mercado de trabalho as suas áreas de formação específica.

Alguns bons exemplos no Brasil são as escolas do Sistema S, como Senac, Senai Sest, Senar, bem como algumas instituições públicas, como Instituto Federal de Educação Profissional e Tecnológica, as escolas do sistema Paula Souza no estado de São Paulo, dentre outros.

Escolas profissionalizantes

Uma escola profissionalizante aquela que oferece cursos livres e este nome usado para designar todo tipo de curso que não precisa de autorização dos órgãos oficiais, como Ministério da Educação ou as secretarias estaduais e municipais de educação. Este tipo de curso também pode ser chamado de treinamento, aprimoramento ou FIC – Formação Inicial ou Continuada.

Desta forma uma escola profissionalizante pode ser aquela que oferece um curso de computação, idiomas, cabelereiro, manicure e pedicure, jardinagem, mestre de obras, dentre outros.

Como explicado esse tipo de curso não passar por nenhum livro de regulamentação seja ele federal, estadual ou municipal e portanto são livres, pois cabe às escolas que os oferece definir a sua grade curricular, duração, formas de ingresso, bem como outros critérios julgarem necessário para o desenvolvimento daquela competência.

A maioria dos cursos ofertados na internet, por exemplo, são de natureza livre e portanto são abundantes.

Vale lembrar que por não haver uma regulamentação específica, cabe a cada um avaliar bem antes de comprar ou matricular em qualquer desses programas.

Autoescola

Autoescola ou CFC – Centro de Formação de Condutores, são empresas privadas é destinada a formação de condutores que visam obter a CNH – Carteira Nacional de Habilitação. Vale lembrar que no Brasil é obrigatório você fazer as aulas de autoescola antes de submeter ao exame para obtenção da CNH. As aulas de autoescolas são divididas em aulas teóricas onde se estuda a legislação de trânsito e as aulas práticas onde o aluno aprende a conduzir um veículo, seja ele automóvel, moto, caminhão ou outro que esteja dentro do escopo da necessidade de habilitação.

A resolução Nº 789, de 18 de junho DE 2020, do CONTRAN, que consolida normas sobre o processo de formação de condutores de veículos automotores e elétrico, em seu Artigo 57 [2] estabelece as seguintes exigências para ser um instrutor de trânsito em um CFC:

  • a) no mínimo, vinte e um anos de idade;
  • b) curso de ensino médio completo;
  • c) ter, pelo menos, dois anos de efetiva habilitação legal para a condução de veículo;
  • d) não ter sofrido penalidade de cassação da CNH;
  • e) não ter cometido nenhuma infração de trânsito de natureza gravíssima nos últimos sessenta dias; e
  • f) curso de capacitação específica para a atividade e curso de direção defensiva e primeiros socorros.

Escola Bíblica Dominical

A EBD - Escola Bíblica Dominical não é necessariamente uma instituição de ensino, mas ela acontece em praticamente boa parte das igrejas protestantes em todo mundo e tem a finalidade de oferecer uma formação continuada dos ensinos bíblicos e teológicos para os seus participantes.

Ela é considerada por muitos como a maior escola do mundo, isso refere-se ao fato de ser provavelmente escola com maior número de participantes, mas também pelo fato de a pessoa frequentar a vida inteira, isto é, não existe uma formação e portanto é algo permanente, continuado e que deve ser visto como um aprendizado para toda a vida e durante a vida.

Normalmente ela tem um calendário periódico de estudos, como trimestral, por exemplo. Em cada domingo há um tema bíblico a ser estudado e muitas igrejas adotam um subsídio teológico, como é o caso da Assembleia de Deus tem uma revista própria com subsídio doutrinário e teológico que serve de base para estudo durante as aulas.

O nome escola bíblica dominical se refere ao fato de que as aulas acontecem sempre nos domingos e pelo fato de que o tema é sempre algum assunto relacionado a Bíblia.

Escola da vida

Escola da vida é um termo popularmente empregado para designar o conhecimento empírico que uma pessoa obtém por algum de um período, as vezes por toda a vida toda.

Nesta escola, estão matriculadas todas as pessoas que de uma forma ou de outra, todos aprendem com o fazer, observar, ouvir, interagir, dentre outras experiências que podem ser percebidas por cada pessoa.

Existem pessoas que desenvolvem grandes habilidades e obtém conhecimentos significativos sem nunca ter frequentado uma escola formal, nesse caso dizemos que a pessoa foi formada na escola da vida.

Embora o conhecimento nesses casos seja empírico e muita das vezes não verificável, devemos reconhecer o grande valor que a própria vida pode ensinar a cada pessoa.

Outros termos para escola

  • Escola aberta: refere-se à ação de uma instituição abrir-se para a participação da comunidade, essa interação é muito importante que acontece em diversos cenários;
  • Escola Digital: basicamente refere-se a propostas que existe de oferecer cursos informações no ambiente virtual, sem necessariamente existir uma instituição física. O termo é um pouco genérico, mas pode ser empregado em alguns contextos.
  • Escola como ideia ou conjunto de ideias: neste caso a referência é sobre uma linha de pensamento ou teorias, defendida por uma pessoa ou um grupo de pessoas e que se tornam bastante influente. Nesse caso diz que tal coisa originou-se da escola de fulano de tal, ou seja, da sua linha de pensamento ou das ideias que aquela pessoa ou grupo defendia ou representava. Essas ideias ou teorias podem estar relacionados às artes, economia, administração, dentre outros. Dentre algumas escolas famosas, destacam-se: Escola de Frankfurt, de Atenas, de Chicago e de Viena

Fontes e Referências

[1] Educação Infantil em Wikipedia, acesso em 16 de fevereiro de 2021

[2] Resolução Nº 789 do CONTRAN, acesso em 16 de fevereiro de 2021


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.