Casas lotéricas aceitam cartão de débito? São Franquias da Caixa?

Casas lotéricas aceitam cartão de débito? É possível fazer pagamentos de contas em casas lotéricas usando como forma de pagto o cartão de débito ao invés de dinheiro? Como abrir lotérica da Caixa? Isto é franquia?

Pergunta 1:

É possível fazer pagamentos de contas em casas lotéricas usando como forma de pagto o cartão de débito ao invés de dinheiro? Tem que ser cartão da Caixa ou posso usar cartão do Santander, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e outros?

Resposta para a pergunta 1:

Sim, o cartão de débito é aceito nas casas lotéricas para o pagamento de contas, mas neste caso é importante considerar que ele deverá ser da Caixa, pois as loterias funcionam até certo ponto como uma agência da Caixa. Recentemente precisei pagar uma conta e não tinha todo o dinheiro na carteira para isso, então usei o cartão da Caixa.

Mas e os outros bancos?

Quando você compra em diversos estabelecimentos é possível usar cartão de débito de vários bancos e então porque só os da Caixa seriam usados na lotérica? O motivo para esta minha conclusão é que no meu exemplo foi feito um saque no cartão e então o pagamento. Quando você compra em alguma loja eles fazem o TEF que é a transferência eletrônica de fundos e não necessariamente um saque.

De qualquer forma consulte a casa lotérica mais próxima para verificar se eles aceitam ou não, mas acredito que seja apenas o cartão da Caixa mesmo.

O que é um cartão de débito?

O cartão de débito é um instrumento pelo qual uma pessoa tem acesso a informações de sua conta bancária, bem como possibilita a realização de diversas operações envolvendo movimentação financeira em sua conta corrente ou poupança.

O cartão de débito é diferente do cartão de crédito, já que o primeiro só pode operar com os recursos existentes na conta, já o segundo opera a prazo.

Pergunta 2:

As lotéricas são empresas da Caixa que alguém administra ou são franquias nos moldes dessas lojas de shopping, por exemplo? Caso uma pessoa queira abrir lotérica da Caixa, o que ele tem de fazer e quanto custo para abrir uma franquia como essa?

Resposta para a pergunta 2:

As lotéricas da Caixa são de certa forma uma espécie de franquia, portanto para abertura de uma lotérica é necessário obter autorização da Caixa e esta autorizada é concedida mediante uma licitação, ou seja, a Caixa determinará através de um edital quais são os critérios e os meus locais que poderão ser abertos novas casas lotéricas. O valor de investimentos em uma casa lotérica é relativamente baixo, segundo informações disponíveis no site da Caixa é possível abrir unidades com valores que variam em cinco mil a trinta mil reais.

A caixa faz o pagamento pelos produtos comercializados, desde os jogos das diversas modalidades de loterias, assim como a prestação de serviços como recebimento de contas e outros tributos o que são pagos mediante uma tabela variável de produto para produto.

Geralmente os documentos que a caixa exigidos para participação da licitação são seguinte:

  • Pessoa Física: Cópia autenticada da Carteira de Identidade e do CPF; certidão negativa de execução patrimonial - Justiça estadual no domicílio da Pessoa Física; anexo 1 do edital preenchido.
  • Pessoa Jurídica: anexo 1 do edital preenchido; balanço patrimonial, se for o caso; cadastramento e habilitação parcial no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF, comprovado na sessão de abertura do envelope de documentação.

Você poderá obter outras informações sobre como abrir uma lotérica bem como acessar os editais que estão em andamento para que você possa participar do processo de licitação através deste link (https://www1.caixa.gov.br/loterias/seja_empresario_loterico/index.asp) no site da caixa.

O que é uma franquia?

No mundo dos negócios, uma franquia é uma concessão de uma empresa ou marca para que outra pessoa ou empresa possa explorar comercialmente. A ideia da franquia é basicamente a seguinte:

  • Uma empresa detém um certo knowhow sobre um produto ou serviço;
  • Visando expandir seus negócios, ela credencia outras pessoas ou empresas que desejam usar o seu knowhow;
  • As pessoas ou empresas credenciadas passam a operar comercialmente em nome do seu franqueador, usando a mesma marca, produto ou serviço;
  • Em contrapartida é necessário fazer um investimento inicial que pode ter uma parte destinada a aquisição de materiais, instalação e padronização, bem como outra parte destinada ao pagamento do franqueador;
  • Periodicamente é comum também haver o pagamento de royalties. Esses pagamentos podem ser mensais, anuais ou outro período definido pelo franqueador.

COMPARTILHE: Facebook Twitter WhatsApp


VEJA TAMBÉM:

© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.
Este site usa cookies e ao continuar navegando, você concorda com a política de privacidade.