Quais as ameaças que podem destruir o planeta terra

Será que um grande asteroide chocando com a terra será a causa da sua destruição? Um evento cataclísmico sem precedentes ou ainda fatores mais próximos da nossa realidade?

Home » Educação

Se você é fã de cinema já deve ter percebido que as produções cinematográficas gostam muito de criar situações em que a terra está ameaçada, seja por um asteroide que irá destrui-la, um ataque alienígena ou outra ameaça de enorme proporção.

A verdade é que o cinema usa isso com uma enorme dose de sensacionalismo para produzir um filme que chame a atenção das pessoas. Mas na prática, será que haveria alguma ameaça tão grave assim ao planeta terra?

Pelo menos acredito que em proporções globais é algo bastante complicado de imaginar, mas há alguns cenários bastante preocupantes que podem ser considerados como uma ameaça muito mais real do que essas apontadas geralmente pelo cinema.

Abaixo alguns desses eventos que acredito que ainda que não venha causar uma destruição do planeta terra, pode trazer enormes danos à população humana em uma determinada região ou até na esfera global.

Eventos climáticos extremos

Uma dessas possíveis ameaças pode estar ligada algum evento climático extremo, como secas, e ondas de frio ou de calor, tempestades, dentre outros.

É verdade que esses eventos já acontecem em muitos locais e causam muitos danos, inclusive com perdas humanas. Mas a possibilidade de eventos extremos pode ser realmente catastrófica em algumas situações.

Vamos relembrar alguns eventos recentes que causaram muitos danos e destruição de muitas vidas:

  • Furacão Katrina que atingiu o sul dos Estados Unidos em agosto de 2005 e que matou mais de 1800 pessoas, sem contar o prejuízo bilionário causado pela devastação. [1]
  • Bem antes do Katrina, o ciclone Bhola matou mais de 300.000 pessoas (mas este número pode ser bem maior) em Bangladesh em novembro de 1970. [1]
  • Em 2021 uma forte onda de calor atingiu o Canadá, uma região conhecida inclusive pelo frio e que causou mortes
  • No Brasil são as fortes chuvas que causam danos. Já tivemos eventos desastrosos em várias partes do Brasil como na região serrana do Rio de Janeiro, em Santa Catarina, no estado de São Paulo e outras localidades.

Os itens abaixo os estão muito relacionados com a questão de eventos climáticos e, portanto, eles podem ser uma consequência direta desses eventos.

Falta de água

Água é fundamental para a manutenção da vida humana no planeta terra, embora exista uma grande quantidade dela disponível, o que sabemos é que há uma má distribuição, ou seja, ela está concentrada em muitas vezes em locais com uma população pequena, enquanto os locais de grande concentração populacional sofrem com falta de água. Evidentemente que me refiro a água doce.

Mas esta já é uma realidade atual e como a população aumenta e a água doce disponível não aumenta nesta proporção, significa que daqui pra frente pode ser comum o enfrentamento de falta de água e o agravamento da situação em grandes cidades, especialmente para a população mais vulnerável.

Os grandes rios do Brasil são:

  • Rio Amazonas e seus afluentes
  • Rio São Francisco
  • Rio Xingú
  • Rio Tocantins
  • Rio Paraná

Desses grandes rios, apenas o último está na região mais populosa do Brasil, afinal o Rio Paraná é formado pelas águas de outros rios menores como o Rio Tiete, Rio Grande, Rio Paranaíba, Rio Paranapanema, dentre outros. Esses rios estão nos estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Goiás. Esta é uma região densamente povoada.

Seca de 2014/15

Em 2014 e 2015 o estado de São Paulo sofreu talvez a pior crise hídrica de que temos conhecimento. O abastecimento de água foi duramente comprometido, inclusive na capital. Isto ocorre por conta de um período de pouca chuva e que quase levou o sistema de abastecimento ao colapso. A pergunta é: e se a crise tivesse se estendido até 2017 ou 2020?

Produção de alimentos

A produção de alimentos é outro fator que pode causar uma catástrofe na terra e dizimar milhares de vidas, pois como sabemos a demanda por alimentos é cada vez maior e as áreas disponíveis para cultivo em muitos locais estão teoricamente saturadas, dependendo de novas tecnologias e processos mais modernos para aumentar a produção.

Mas como citamos acima, eventos climáticos extremos como secas ou a má distribuição de chuvas, pode impactar duramente as regiões produtoras de alimentos, das quais o Brasil se destaca, especialmente as regiões sul sudeste e centro-oeste do país.

O Brasil é grande produtor de milho, soja, cana-de-açúcar, café, produtos hortifruti, feijão, arroz, laranja, dentre outros.

Fome

Falta de alimento significa fome. Apesar da fome ser um antigo problema e parece ter acompanhado homem durante quase toda a sua história, o que temos agora é uma superpopulação com mais de 7 bilhões de pessoas que tem uma demanda enorme por alimentos e como estamos percebendo nesse artigo, existem ameaças sérias que podem comprometer o abastecimento de alimentos, especialmente nos países pobres e naqueles que produzem muito pouco da terra.

A fome de fato é um fator que pode sim causar uma destruição em massa em nosso planeta terra, pois sem água e sem alimentos não há outro caminho a não ser desnutrição e morte.

Neste vídeo, você verá uma animação que mostra a relação dos países mais pobres da América Latina.

Epidemias

Até 2020 as epidemias só eram conhecidas por muitas pessoas pelos livros de histórias ou por notícias vindas da África, por exemplo. Mas a pandemia do coronavírus trouxe para dentro de casa a dura realidade que as epidemias causam.

Na data de edição deste artigo (22 de julho de 2021) a pandemia ainda estava em curso, mas a julgar pela quantidade de mortos, sem contar o estrago que ela causou na economia, quebrando empresas, causando desempregos e outros danos, já é possível perceber o tamanho da tragédia.

Tão grave como a doença foi a forma como muitos governantes lidaram com ela. O Brasil será lembrado nos livros de história como um péssimo exemplo disso.

Guerra

Se todos os fatores acima ainda não fossem o bastante, o mundo vive constantemente com guerras e rumores de guerras. Tivemos duas guerras mundiais em épocas não muito distante da nossa e especialmente na segunda guerra mundial, foi possível perceber a capacidade de destruição que o ser humano tem.

Hoje, com a tecnologia que temos e com a enorme concentração de pessoas em vários países, uma terceira guerra mundial poderia trazer consequências inimagináveis com um poder de destruição jamais visto pelo homem.

Ganância

Por fim e não menos importante uma das grandes ameaças que o planeta terra enfrenta é a ganância do próprio homem. Em nome do dinheiro, os homens matam, morrem e estão dispostos a muito para conseguir mais e mais dinheiro.

Desta forma a ganância generalizada que muitos tem por dinheiro pode provocar uma destruição silenciosa enquanto alguns acumulam grandes fortunas e ao mesmo tempo milhares de pessoas são arrastadas para a pobreza extrema.

Aliás, esta não é uma ameaça futura ela é uma realidade já presente e que pode ser percebida muito claramente com algumas empresas quebrando recordes e mais recordes de fortunas e a vida de muitas pessoas continuam duras e em muitos casos a situação só piora.

Conclusão

Termino pensando que a grande ameaça que o planeta terra tem, bem como a possibilidade de destruição, provavelmente pode não vir de fatores externos das quais nós não temos como lidar.

É mais provável que tenhamos que enfrentar fatores internos pelas quais nós somos responsáveis direta ou indiretamente, como consequências de iniciativas que tomamos no âmbito governamental, empresarial e da própria individualidade de cada um.

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.