Tipos de alunos: Exemplar, turista, repetente, nota 1000 e outros

Seja pelo progresso escolar, nível escolar, motivação, desempenho, dentre outras formas, é possível identificar diversos tipos de alunos. Veremos aqui alguns deles.

Home » Educação

Entendemos por aluno uma pessoa, qualquer que seja, que está em uma condição de aprendizagem e as variações podem ser muitas, pois de alguma forma boa parte das pessoas vão ser consideradas alunos em diversos momentos da sua vida.

Abaixo veremos algumas classificações ou tipos de alunos que são facilmente identificados por diversas maneiras. Embora não seja uma lista exaustiva, podemos identificar tipos de alunos quanto ao progresso escolar, nível escolar, motivação, desempenho, dentre outros.

Tipos de alunos que serão considerados neste artigo:

[indice]

  • Progresso escolar:

    • Aprovado
    • Reprovado
    • Repetente
    • Desistente ou evadido

  • Nível escolar:

    • Infantil
    • Fundamental e Médio
    • Universitário ou de faculdade
    • Técnico
    • Profissionalizante
    • Vestibulando
    • Aluno de autoescola e outros

  • Motivação:

    • Motivado
    • Bagunceiro
    • Quieto ou tímido
    • Cansado / dormindo
    • Turista

  • Desempenho:

    • Exemplar, brilhante ou destaque
    • Nota 10 / nota 1000
    • Como protagonista ou no centro da aprendizagem

  • Outros tipos possíveis:

    • Conectado / tecnológico
    • Online
    • Aluno-professor
    • Novo ou calouro
    • Especial
    • Bolsista

[fim-indice]

Progresso escolar

O progresso escolar pode se dizer que é a maneira de identificar o aluno quanto a sua situação dentro da educação formal e ela pode ser identificada como visto abaixo:

Aprovado

É considerado aprovado um aluno que cumpriu os requisitos mínimos necessários para a progressão escolar, isto é, para passar de ano, como é mais comumente conhecido. Isto se aplica a educação formal e os critérios para aprovação variam de nível para nível e até de escola para escola, mas em todos os casos existem os requisitos mínimos que precisam ser atendidos.

Reprovado

É considerado reprovado um aluno que não atendeu aos mesmos requisitos descritos acima. Desta forma diz que o aluno foi reprovado para a progressão escolar e será retido para refazer o ano letivo na mesma série.

Repetente

Esta é uma condição que se aplica a um aluno que está cursando uma série pela segunda vez, isto é, ele foi reprovado no ano anterior e portanto neste ano ele figura na condição de repetente.

Desistente ou evadido

O aluno desistente o invadido é aquele que abandonou a escola regular e portanto não deu continuidade nos estudos. Em alguns casos em que a educação é obrigatória, como no ensino infantil e ensino fundamental, a evasão escolar passa ser um problema mais sério e inclusive investigado pelos órgãos de educação competentes para tal. Em outros níveis onde a educação não é obrigatória, o aluno não sofre nenhum tipo de questionamento, embora não seja esta uma condição desejada.

Nível escolar

O nível escolar é outra maneira de identificar tipos de alunos, pois as nomenclaturas podem mudar quando o aluno muda de um nível para o outro. Veja abaixo alguns desses exemplos:

Infantil

Um aluno da educação infantil é aquele que frequenta uma creche, seja ela pública ou particular. São os primeiros passos de uma pessoa na educação formal no Brasil.

Fundamental e Médio

Já um aluno do ensino fundamental e médio é aquele estudante que está ingressado nas etapas seguintes à educação infantil. São etapas muitos importantes para o desenvolvimento educacional de uma pessoa. O ensino fundamental é formado por nove anos e o médio por três anos, totalizando aí doze anos, o que significa uma parcela significativa do contato que uma pessoa terá com a educação e em especial com matérias fundamentais e de aplicação universal.

Universitário ou de faculdade

Um aluno universitário é aquele que está cursando a faculdade ou o nível superior, como também é conhecido. Esse aluno é aquele que concluiu o ensino médio e foi aprovado em um processo seletivo ou vestibular para ingressar em uma faculdade pública ou privada. Vale lembrar que a educação superior é composta de graduação e pós-graduação.

Técnico

O aluno de um curso técnico é um estudante que está ingressado em um curso específico para uma formação mais rápida e inserção no mercado de trabalho. Os cursos técnicos podem ser feitos por alunos que terminaram o ensino médio ou que estejam matriculados pelo menos no segundo ano do ensino médio. Este tipo de aluno é aquele que está buscando a formação específica em uma área do conhecimento para sua rápida inserção no mercado de trabalho ou mesmo uma forma de preparação para o ensino superior.

Profissionalizante

O aluno de um curso profissionalizante é aquele que está fazendo qualquer curso livre, como os cursos de informática, idiomas, cabeleireiros, dentre tantos outros que existem por aí. Os cursos profissionalizantes não são regulamentados pelos órgãos competentes de educação no Brasil e são livres para serem criados e administrados pelas escolas instituições que os oferecem.

Vestibulando

Um vestibulando é um aluno que está se preparando em cursos chamados de pré-vestibular com a finalidade de prestar o exame do ENEM ou de outro processo seletivo de alguma instituição de ensino superior, público ou particular.

Os cursinhos pré-vestibulares, como são conhecidos, são opções muito procuradas por alunos que pretendem alcançar uma boa nota no ENEM ou disputar vestibulares bem concorridos em universidades públicas. Os modelos desses cursinhos são bastante conteudistas e visam fazer uma boa revisão dos conteúdos estudados afim de preparar melhor o aluno para esses processos seletivos.

Aluno de autoescola e outros

Existe também o chamado aluno de autoescola que assim como outros, também passam por um processo de aprendizagem. Vale lembrar que no Brasil é obrigatório você fazer as aulas de autoescola antes de submeter ao exame para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação. As aulas de autoescolas são divididas em aulas teóricas onde se estuda a legislação de trânsito e as aulas práticas onde o aluno aprende a conduzir um veículo, seja ele automóvel, moto, caminhão ou outro que esteja dentro do escopo da necessidade de habilitação.

Motivação

A motivação de um aluno na sala de aula ou no ambiente de ensino-aprendizagem é outro ponto que podemos considerar. Neste caso podemos fazer diversas classificações e encontrar tipos bem distintos de alunos.

Motivado

O aluno motivado é a condição ideal e o desejo de escolas, pais e professores. Significa aquele aluno que está comprometido com o seu aprendizado, participa das aulas da melhor maneira possível, cumprir a suas tarefas e desenvolve as atividades da melhor maneira possível como é proposto pelo professor. Motivar um aluno é um grande desafio para escola e professores.

Bagunceiro

Quem já foi professor sabe que sempre existem alguns que estão numa condição um pouco mais complicada, aqui denominamos como bagunceiro ou aquele aluno que além de não estar comprometido com as aulas, ainda promove algum tipo de desorganização na sala ou no ambiente de ensino-aprendizagem. Um aluno bagunceiro pode ser aquele que fala demais e em momentos inadequados, promove algum tipo de desordem, confusão com outros alunos ou professores e em casos mais extremos pode chegar a atos de violência.

Quieto ou tímido

Outro grande problema que professores enfrentam são os chamados alunos tímidos ou aqueles que ficam quietos no seu canto. Eles não causam confusão nem atrapalham a aula de maneira alguma, mas é a sua participação que preocupa e é um desafio para professores integrar esses alunos e promover o seu desenvolvimento no sentido de se expor, participar e interagir com a aula, com professor e com os demais alunos. Pois este processo é extremamente importante na educação.

Cansado / dormindo

Quem já deu aula no período noturno em especial, sabe que muitos alunos chegam ali extremamente cansados depois de um dia de trabalho e em muitos casos não resta muita coisa fazer a não ser dormir na aula.

Eu como professor de cursos técnicos no período noturno, lido com certa frequência com esse tipo de aluno que as vezes ficam “pescando” durante a aula o que mostra exatamente sua condição de cansado depois de um dia de trabalho, muitos acordaram de madrugada e estão de pé desde muito cedo. Não há muito o que fazer, tentamos ajudar quando possível, mas o cansaço domina.

Turista

O aluno turista é aquele que vai na aula de vez em quando, e talvez não existe termo mais apropriado do que este. É um desafio para professores lidar com alunos desse tipo pois as faltas são algo significativo no processo de aprendizagem. No Brasil um aluno pode ter 25% de faltas e muitos consideram isto como um direito, mas eu costumo dizer para os meus alunos que eles têm o direito de frequentar 100% das aulas.

Desempenho

Podemos considerar ainda outra classificação baseado no desempenho escolar dos alunos. Naturalmente que este desempenho precisa ser analisado com bastante cuidado para não criar classificações injustas. De qualquer forma podemos identificar alguns tipos como:

Exemplar, brilhante ou destaque

Este é aquele aluno que tem um desempenho escolar exemplar, atingindo notas muito altas e desenvolvendo atividades com muito destaque sendo considerado as vezes pelos próprios colegas de sala como um aluno brilhante. Não existem muitos, mas eles estão por aí e acabam sendo exemplos para outros alunos se dedicarem também. Vale lembrar que muitos desses alunos obtém esta condição por se dedicar muito aos estudos e tentar extrair de si mesmo e das aulas o melhor possível.

Nota 10 / nota 1000

Basicamente é uma definição que se refere ao exemplo anterior. Quando nos referimos a um aluno nota 10 estamos desenhando um aluno que tirou uma nota máxima, logo, um aluno exemplar. Já a expressão nota 1000 provavelmente se refere ao ENEM, já que nesse exame a nota 1000 é a nota máxima que se pode obter.

Como protagonista ou no centro da aprendizagem

Talvez esta expressão não seja muito conhecida por algumas pessoas, mas diversas escolas já adotam o aluno como protagonista do seu próprio aprendizado ou no centro da aprendizagem, como também pode ser enfatizado. Isto se refere a uma mudança na maneira de ensinar e aprender, pois antigamente o professor era visto como o protagonista e ele deveria transferir o conhecimento para os alunos. Mas atualmente muitas escolas se valem do famoso conceito conhecido como o construtivismo, e com isso coloca o aluno no centro da aprendizagem ou como protagonista e o professor como mediador deste conhecimento. A ideia é melhorar o desempenho escolar do aluno e assim proporcionar o seu desenvolvimento de maneira mais natural.

Outros tipos possíveis

Além dos exemplos acima é possível identificar outros tipos de alunos como podemos ver na lista abaixo:

Conectado / tecnológico

É o tipo do aluno que está conectado com as tecnologias atuais e as utiliza de maneira mais eficiente para o seu desenvolvimento educacional. Pode se dizer de um aluno que faz uso intenso de recursos como vídeos on-line como como reforço de aulas, sites e blogs educacionais, enciclopédias dicionários on-line e outros múltiplos serviços que podem ser usados para ajudar no desenvolvimento da educação.

Online

Aluno on-line pode se referir ao exemplo anterior, bem como a condição de aprendizagem em algumas situações. Um bom exemplo foi observado durante a pandemia do coronavírus onde as escolas foram fechadas para as aulas presenciais e optou-se pelo ensino online onde os alunos assistiram as aulas pelo celular ou pelo computador.

Aluno-professor

Aluno-professor é aquela pessoa que figura como aluno em um determinado curso e como professor em um outro curso, as vezes na mesma instituição. Isto é muito comum e uma característica muito interessante pois acredita-se que é necessário aprender para ensinar ou continuar aprendendo para continuar ensinando, como escreveu certa vez o famoso teólogo e educador cristão, Altair Germano.

Novo ou calouro

Quando um aluno é recém chegado a uma escola ele é conhecido como calouro, esse termo é muito mais forte na educação superior e faz referência aos alunos que conseguiram entrar na faculdade depois de passar pelo processo seletivo ou vestibular. O aluno novo é sempre aquele que causa interesse por parte dos demais alunos e do próprio professor com a finalidade de conhecer que integrar ao restante da turma.

Especial

Um aluno especial é aquele que por inúmeras razões precisam de algum tipo de assistência ou atenção diferenciada seja por parte da escola ou do professor. Não é uma condição para classificá-lo e assim separar dos demais ou taxá-lo como inferior, mas apenas para que escola e professores possam dar a devida assistência necessária e diferenciada para esse aluno visando ajudar no seu desenvolvimento educacional.

Bolsista

Aluno bolsista refere-se ao estudante que for contemplado com uma bolsa de estudos, seja ela parcial ou total em uma instituição particular. Como sabemos nas instituições particulares os cursos são pagos, mas existem vários programas que oferecem bolsas com descontos e em alguns casos até o valor total do curso. Um bom exemplo de programa de bolsa, financiado pelo governo federal é o PROUNI.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.