Como fazer comentários em HTML, Javascript, CSS, PHP e ASP.NET?

Como criar comentários em HTML, Javascript, CSS, PHP e ASP.NET para emitir ou documentar códigos nessas linguagens. OS comentários são importantes recursos que auxiliam programadores

Comentários são usados para que determinada linha de código ou bloco de linhas sejam ignoradas. O objetivo de usar comentário pode ser simplesmente de documentar o código ou ignorar determinada linha para efeito de depuração de erro.

O uso de comentários pode ser feito em HTML, Javascript, CSS, PHP, ASP, ASP.NET e em outras linguagens.

Comentários em HTML

O comentário em HTML pode ser usado de duas formas: comentar uma única linha ou para um bloco de linhas, veja abaixo os dois exemplos em um documento HTML.

<html xmlns="https://www.w3.org/1999/xhtml">

<head>

<title>Comentários em HTML</title>

</head>

<body>

<!-- Isto é um comentário de uma única linha -->

<h1>Título da página</h1>

<!-- Início do comentário de blogo

<ul>

<li>Este é um comentário </li>

<li>de bloco.</li>

<li>Certo?</li>

</ul>

final do comentário de blogo -->

</body>

</html>

Comentários em Javascript e PHP

Javascript e PHP também permitem o uso de comentários e assim como o HTML, ele pode ser de uma única linha ou em Blocos.

Comentários de uma única linha serão iniciados por // (duas barras), já os comentários em blocos serão iniciados por /* (barra e asterisco) e terminados com */ (asterísco e barra). Veja o exemplo abaixo:

// Este é um comentário de uma única linha

/* Este é um comentário em bloco

ou seja

em várias linhas */

Comentários em CSS

CSS permite o uso de comentários apenas em blocos, usando os mesmos caracteres do Javascript e PHP. Exemplo:

/* Este é um comentário em bloco em CSS

ou seja

em várias linhas */

Comentários em ASP e ASP.NET

ASP e ASP.NET também permite o uso de comentários, nestes casos o caracter usado para fazer comentários de uma única linha é o *** (aspas simples)*.

* No caso do ASP.NET é usado aspas simples se a linguagem escolhida for VB.NET

Conforme explicado no início do post, os comentários podem ser usados para documentar o início do código com informações do autor, data de criação do documento e finalidade. Creio que esta opção deve ser mais apreciada por programadores mais antigos que tem esta herança de outras linguagens de programação.

Uma boa prática para usar comentários em HTML é comentar o texto dentro do <SCRIPT> e <STYLE> para impedir que navegadores mais antigos, que não suportam scripting ou estilos possam mostrar  texto simples.

Diferença entre b e strong, color e background em HTML e CSS?

Na linguagem HTML é possível fazer um texto em negrito utilizando a tag B ou a tag strong, mas o resultado parece o mesmo então fica a pergunta qual seria a diferença entre os dois? Da mesma forma qual seria a diferença entre color e background no caso da formatação pelo CSS de um conteúdo em HTML qualquer?

A diferença entre a tag b e strong não está necessariamente no aspecto visual e no fator semântico, pois de fato visualmente elas produzem o mesmo efeito que é produzir o texto em negrito. A primeira diferença é que a tag B era usada nas versões antigas do HTML, enquanto que a tag strong é mais recente e provavelmente irá substituir a anterior nas futuras versões. Também conta o fator semântico, isto é, o strong produz um texto destacado e reconhecido pelos leitores semânticos como destaquem enquanto que o B apenas produz o negrito.

No caso do color background-color a diferença é bem mais óbvia, pois o color é a propriedade do CSS destinada a formatação da cor da letra, enquanto que o background-color é a propriedade usada para a formatação do plano de fundo de uma tag qualquer. As duas propriedades recebem uma cor como valor e esta cor pode ser definida em hexadecimal como: #F4BACC, nome da cor como: Black ou ainda em RGB, como 244 230 183.

COMPARTILHE: Facebook Twitter WhatsApp


VEJA TAMBÉM:

© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.
Este site usa cookies e ao continuar navegando, você concorda com a política de privacidade.