Curso técnico de edificações ou segurança do trabalho?

Qual curso técnico é mais interessante para se fazer: de edificações ou segurança do trabalho? Qual deles é melhor em termos de mercado de trabalho, remuneração e outros?

Home Educação

Fazer um curso técnico para buscar alcançar uma vaga no mercado de trabelho é uma alternativa que muitos tem feito, mas quando o assunto é escolher qual curso técnico fazer é comum surgirem dúvidas sobre qual é a melhor opção. Neste artigo falarei de duas opções: o técnico de edificações, também conhecido como técnico em obras civis e o técnico em segurança do trabalho.

O Profissional Técnico em Edificações

É o braço direito do engenheiro e do arquiteto, algumas vezes, coordenando os trabalhos na ausência destes. Ele pode, por exemplo, supervisionar quanto à obediência às normas técnicas e de segurança, higiene no campo e meio ambiente

No escritório, pode atuar na elaboração de desenhos completos ou partes, tanto ´para a engenharia como arquitetura; na preparação e acompanhamento de orçamentos e cotações com fornecedores, negociando preços e prazos, etc.

Muitos podem imaginar que o trabalho do técnico em edificações se limita à alvenaria (estrutura da obra), mas não, atuam também na instalação hidráulica, elétrica, sanitária e gás. Portanto, em toda obra, o técnico em edificações pode estar atuando.

Devido sua grande importância, ele deve ser organizado e ter bom relacionamento com os funcionários, operários, clientes e fornecedores.

A logística de materiais, normalmente, é uma de suas atribuições. Portanto, acompanhar a chegada, inspeção e prazo, são atribuições imprescindíveis para um bom trabalho.

O Profissional Técnico em Segurança do Trabalho

O grande diferencial do profissional nesse setor é a preocupação com o colaborador e a empresa.

Do lado do colaborador esse profissional age nas formas preventivas de acidentes, saúde, higiene e contribuir com a satisfação de trabalhar numa empresa que se preocupa com o seu bem-estar e do lado da empresa, aumenta a produtividade evitando o afastamento do funcionário por acidente ou doença.

Esse profissional é o “anjo da guarda” dos funcionários, portanto, deve ter um bom relacionamento para transmitir credibilidade e estar sempre atento em todos procedimentos de produção para evitar condições inseguras.

Suas atividades envolvem a criação, execução de programas para a conscientização e incentivo à prevenção de riscos pessoais e ambientais.

Seu papel está relacionado com a Gestão da Qualidade da empresa, principalmente, quando a empresa implanta a Gestão Total da Qualidade.

Curso técnico de edificações

É destinado a pessoas que desejam trabalhar com a construção civil e neste curso o aluno irá aprender a trabalhar com o desenho técnico, arquitetônico e topográfico, materiais de construção, topografia, legislação e normas do setor da construção civil, resistência dos materiais, planejamento e controle da construção, entre outros assuntos.

O curso é voltado às pessoas que tenham concluído ou estejam concluindo o nível médio devido sua qualificação em nível técnico pois possui uma carga horário de 1200 h que consiste em:

  • Desenho técnico de edificações;
  • Topografia;
  • Técnicas de construção
  • Instalações elétricas e hidráulicas prediais
  • Resistência dos Materiais;
  • Meio ambiente;
  • Mecânica dos solos.
  • Estruturas
  • Qualidade
  • Segurança e higiene do trabalho, entre outras disciplinas.

O profissional formado deve registrar-se no CREA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.

Para aqueles que se identificam na área e querem dar prosseguimento à um nível de maior extensão, pode optar em fazer um curso superior em tecnologia ou engenharia civil.

Muitos técnicos em edificações após adquirirem alguma experiência, optam em trabalhar como autônomo com ou sem escritórios, prestando serviços em órgãos públicos ou particulares, com desenhos e acompanhamentos.

Existem diversas instituições voltadas ao ensino do curso, inclusive à distância.

Curso técnico em segurança no trabalho

Já o curso técnico em segurança no trabalho é destinado a pessoas que desejam trabalhar em qualquer tipo de empresa, mas sempre focado na questão da segurança dos trabalhadores, orientando, fiscalizando, planejando e buscando alternativas para garantir a segurança das pessoas no ambiente de trabalho.

Para cursar Técnico em Segurança do Trabalho, o interessado deve ter concluído ou estar concluindo o nível médio. Esse curso compreende conhecimentos e visão global do sistema, tais como:

  • Gestão da Saúde e Segurança no Trabalho
  • Administração de conflitos;
  • Comunicação e negociação;
  • Ética;
  • Normas, e outras.

É possível a continuidade dos estudos em nível superior, seja como disciplina ou especialização.

Média salarial

Outra questão importante é a remuneração que cada uma das profissões oferece. Neste é difícil afirmar qual é melhor, pois cada empresa poderá dar pesos diferentes e portanto o salário poderá variar de empresa para empresa ou de região para região.

Mas uma boa referência são os dados do site Salarios que calcula o salário médio dos admitidos nos últimos seis meses no mercado de trabalho formal, com carteira assinada. Segundo os dados deste site na data deste artigo (22 de julho de 2019), o salário médio para técnico em segurança do trabalho era:

Salário técnico em segurança do trabalho

O salário deste profissional tem variado bastante, mas de uma maneira promissora, cresce vertiginosamente. Contudo, cabe lembrar que nessa atividade ele precisa ser bastante atuante pois, seu trabalho é visto imediatamente com sucesso ou insucesso.

Mercado de trabalho

O técnico em segurança no trabalho tem uma característica diferenciada que é a possibilidade de você trabalhar em empresas de todos os tipos e pode ser que por esse motivo exista um mercado maior. Seu mercado vai além das indústrias, chegando aos hospitais, comércios e órgãos públicos

Nos últimos anos, supreendentemente, o técnico de segurança do trabalho, não foi afetado no seu mercado de trabalho, graças à nova visão dos empresários diante das notícias de acidentes e repercussões da sociedade

Contudo é importante considerar que a construção civil está em alta no país graças ao enorme déficit de moradias ainda existente. Portanto, creio que ambos os cursos ofereçam um mercado sólido, ficando ai a cargo do aluno fazer o curso da melhor maneira possível para tentar uma vaga no concorrido mercado de trabalho.

REFERÊNCIAS:

https://www.guiadacarreira.com.br/carreira/o-que-faz-um-tecnico-em-edificacoes/

https://www.vagas.com.br/profissoes/carreiras/tecnico-em-edificacoes/tecnico-em-edificacoes-conhecimentos-para-a-construcao-civil/

https://www.conceitozen.com.br/o-que-faz-tecnico-em-seguranca-do-trabalho.html

https://www.sistemafiep.org.br/cursos-tecnicos/cursos/curso-tecnico-em-seguranca-do-trabalho-18-33358-368303.shtml

https://selecaoengenharia.com.br/blog/como-esta-o-mercado-para-tecnico-de-seguranca-do-trabalho/

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio