Diferença e entre Alfabetização e Letramento

Veja quais são as diferenças entre o processo de alfabetização ou ensino/aprendizagem das letras e letramento no desenvolvimento de suas habilidades de escrita e leitura.

Home Educação

Alfabetização e letramento é a mesma coisa? No processo de aprendizado e desenvolvimento deste aprendizado alguns termos são importantes para a nossa compreensão.

A alfabetização é aquele processo inicial onde crianças são submetidos nos primeiros passos e contato com as letras. Elas aprendem a utilizar o alfabeto e compreender seu significado e interpretação. Mas a alfabetização também poderá ser de pessoas adultas.

Já o letramento parece ter uma função mais ampla e embora possível é quase evidente que o letramento depende sim da alfabetização. Contudo, como visto abaixo há exceções.

Veja as definições e diferenças entre alfabetização e letramento:

Alfabetização

Alfabetização

Em termos gerais entende-se por alfabetização o ensino/aprendizagem das letras que constituem o alfabeto e as diversas maneiras de utilizá-las, isto é, como por meio das letras do alfabeto poderá se comunicar com a sociedade em geral, sendo considerado o processo de fator fundamental para a comunicação. Afirma-se ainda que seja com a alfabetização que a população foi e continua sendo capaz de criar e compreender a gramática e as transformações pelas quais ela sofre, um individuo alfabetizado é capaz de realizar diversas atividades, por exemplo, ele conseguirá ler, compreender, criticar, interpretar entre outras funções que a alfabetização lhes permite realizar.

A alfabetização habilita o individuo a desenvolver diferentes métodos de aprendizagem da sua língua podendo então compreender com mais facilidade e também se comunicar e expressar com maior clareza, proporcionando uma maior interação social em que ocorrerá uma transmissão de diferentes conhecimentos e culturas de acordo com cada individuo. Ser alfabetizado significa ser um cidadão ativo no crescimento social em todos os aspectos.

Letramento

Letramento

Entende-se por letramento o processo em que o individuo é visto em atividade desenvolvendo suas habilidades de escrita e leitura com perfeição ou ao menos com bastante facilidade, um indivíduo letrado é capaz de associar diversos assuntos distintos, por exemplo, sobre cultura, sociedade, política, economia, tecnologia e outros inúmeros assuntos que estão em contato diário. Segundo Soares, 2003, letramento é o estado ou a condição que adquire um grupo social ou um indivíduo como consequência de ter-se apropriado da escrita, ou seja, o individuo que após algum tempo de aquisição da escrita e da leitura (alfabetização) obteve maior experiência para desenvolver as práticas de uso das letras. No entanto, existem muitos indivíduos que mesmo sem terem tido a aquisição da leitura e escrita conseguiram desenvolver as práticas das mesmas por meio do contato direto diariamente, em que proporcionou uma compreensão e aquisição das práticas da leitura e da escrita.

Um exemplo bem claro para designar um indivíduo letrado, o tenha sido alfabetizado ou não, é capaz de atender as necessidades e requisitos de leitura e escrita que lhe é solicitado diariamente pela sociedade em que convive, um individuo letrado é capaz, por exemplo, de preencher um recibo ou escrever uma declaração mesmo que não o tenha sido alfabetizado.

Portanto, alfabetização e letramento são processos que se diferem muito devido as necessidades e exigências contidas em cada um deles, ser alfabetizado não significa que o individuo também é letrado e vice-versa, pois um indivíduo alfabetizado e letrado é aquele que além de conhecer, compreender as letras e as práticas da leitura e escrita é capaz ainda de desenvolver novas formas de compreensão e desenvolvimentos das práticas para que atenda as condições e requisitos que lhes são solicitados na sociedade em a qual convive.

Tfouni,1995, p.20 define da seguinte maneira, enquanto a alfabetização se ocupa da aquisição da escrita por um indivíduo, ou grupo de indivíduos, o letramento focaliza os aspectos sócio-históricos da aquisição de uma sociedade, em que alfabetização e letramento se diferem e simultaneamente são interdependentes.

Referência: https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabetiza%C3%A7%C3%A3o

Perguntas e respostas

Em qual série educacional ocorre a alfabetização?

Bem, a própria divisão da educação hoje em dia nomeia os anos iniciais de um indivíduo na pré-escola como alfabetização.

Ou seja, ao colocar uma criança para estudar seus primeiros dois ou três anos serão destinados a aprender tudo sobre os códigos da linguagem de sua nação, no caso do Brasil: a Língua Portuguesa.

Em qual série educacional ocorre o letramento?

É esperado que um aluno já tenha atingido essa fase quando estiver cursando, ou terminado, o 4° ano do Ensino Fundamental, podendo atingir antes, isso dependerá do grau de desenvolvimento do indivíduo.

Muitos alunos já conseguem se destacar até mesmo na 2° ano do Ensino Fundamental, sendo considerados letrados nessa fase, e tendo mais tempo para desenvolver suas habilidades rumo à construção de informação através do código já bem conhecido.

No Brasil, existem programas desenvolvidos pelo governo de alguns Estados que auxiliam o professor nessa tarefa, um pouco complicada até. Um deles é o PAIC no Ceará, que significa Programa de Alfabetização na Idade Certa.

Uma criança já pode entrar na escola alfabetizada?

Claro que sim! Isso dependerá apenas do pai ou responsável que se encarregará de transmitir o conhecimento alfabético para o pequeno antes da pré-escola.

Muitas crianças já entram com um conhecimento prévio na alfabetização escolar, algumas delas, até, já sabem a maioria dos assuntos, enquanto outras já os têm bem introduzidos.

Isso pode de alguma forma, auxiliar o processo de aprendizagem delas, já que estarão bem adiantadas e poderão estudar e se aprofundar no tema e ainda introduzir o letramento.

No entanto, os pais/responsáveis devem estar sempre presentes no processo de aprendizagem para auxiliar o educador da melhor forma possível.

E letrada, seria possível?

Seria algo praticamente inimaginável, já que as crianças estão construindo todo um conhecimento de mundo. A alfabetização, por ser algo mais simplificado é de mais fácil absorção, mas o letramento, por se tratar de algo mais amplo, é bem mais difícil de ser aprendido pelos pequeninos.

No entanto, há uma ressalva para um pequeníssimo grupo que possivelmente conseguiria realizar essa façanha: as chamadas crianças superdotadas. Elas já nascem com um extraordinário grau de absorção de conhecimento, o que facilitaria esse processo.

Quando o processo de alfabetização acaba?

Na realidade a alfabetização nunca acaba. Por mais que o ser humano se aprofunde em códigos existentes na nossa comunicação ele ainda não será um indivíduo 100% alfabetizado, pois a cada dia surgem novos códigos, que necessitam de outro aprendizado, enquanto ele não acontece o indivíduo será considerado analfabeto para aquele código em especial.

Quais os tipos de alfabetização?

A alfabetização, como já falado no tópico acima, é baseada no código a ser trabalhado. Então, especificamente, estão são os códigos mais utilizados e seus tipos de alfabetização:

  • Numérico: Alfabetização Numérica (Básica)
  • Leitura e Escrita: Alfabetização de Leitura e Escrita (Básica)
  • Informática: Alfabetização Digital
  • Senso Crítico: Alfabetização Crítica
  • Cultura: Alfabetização Cultural
  • Ecologia: Alfabetização Ecológica
  • Emoção: Alfabetização Emocional
  • Finanças: Alfabetização Financeira
  • Funções: Alfabetização Funcional
  • Saúde: Alfabetização de Saúde
  • Informação: Alfabetização de Informação
  • Visual: Alfabetização Visual
  • Científico: Alfabetização Científica

Onde o processo de letramento acaba?

Esse é que não tem fim mesmo, à medida que se convive com os códigos e aprendizados adquiridos sobre eles, se acham novas maneiras de adaptá-los e usá-los, seja para comunicação ou informação.

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio