O que é estudo de viabilidade. Técnica, econômica e operacional?

Veja o que é um estudo de viabilidade e qual a sua finalidade quando aplicado a desenvolvimento de sistemas de informação em uma empresa. Análise da viabilidade técnica, econômica e operacional. Recursos tangíveis e intangíveis

Home » Tecnologia

O estudo de viabilidade é um processo bastante importante que as organizações geralmente levam muito a sério e isto em diversos âmbitos da organização. Existem fatores técnicos, econômicos e operacionais que não podem ser ignorados por uma empresa ou organização qualquer quando se pensa em um determinado empreendimento ou mesmo na manutenção dele.

Assim fazer um estudo de viabilidade pode ser útil para o lançamento de um produto, uma nova filial, a expansão de um determinado segmento, o investimento em uma determinada área que a empresa pretende explorar e naturalmente nos sistemas de Informação, que é o foco maior deste artigo.

O estudo de viabilidade relacionado ao desenvolvimento de um sistema de informação é algo que precisa ser levado bastante a sério para compreender qual é o cenário que se tem esse é viável desenvolver aquele sistema e sobre as condições que estão sendo propostas. Abaixo veremos alguns detalhes a mais sobre esse aspecto.

Fazer um estudo de viabilidade é necessário para compreender se o projeto tem sustentação para ser desenvolvido. O estudo de viabilidade deverá levar em conta fatores organizacionais, técnicos, operacional, econômicos, etc.

Viabilidade Organizacional

O objetivo é verificar se o sistema trará benefícios reais para a organização. Deverá ser levada em conta a cultura organizacional, objetivos estratégico, entre outros.

Em outras palavras, a viabilidade organizacional diz respeito se a empresa tem a cultura adequada para o uso daquele sistema. Em um passado não muito distante, quando sistemas de informações ainda estavam em grande fase de expansão, muitas empresas se mostravam resistentes ao uso de determinadas tecnologias e obviamente desenvolver um sistema em um ambiente como esse torna-se inviável pois não haverá o engajamento necessário por parte da empresa para o sucesso da aplicação.

É muito difícil pensar que hoje existiria empresas que resistiria a ideia de ter um sistema de informação de alto nível para controle dos seus negócios, mas ainda que não haja uma resistência geral, é possível haver resistência sobre determinados tipos de aplicação sobre algumas condições de implementação. Assim é preciso observar em primeiro lugar se a empresa está realmente preparada para investir tempo, esforço e fazer o engajamento necessário para a viabilidade da aplicação.

Viabilidade Técnica

A viabilidade técnica consiste em avaliar a infraestrutura da organização: hardware, softwares, rede, comunicação, etc. É necessário compreender se a empresa terá suporte técnico para o novo sistema ou se haverá necessidade de novos investimentos em tecnologia.

A viabilidade técnica é mais simples de ser resolvida, uma vez que ela envolve fatores que podem ser modificados com mais facilidade. Assim comprar hardware ou software, implementar reduzir melhorar o processo de comunicação, bem como outras infraestruturas dependem de recursos financeiros e de um planejamento adequado.

Ainda assim ela é muito importante, pois no sistema de informação, seja ele qual for, depende muito da infraestrutura a técnica para que ele possa funcionar de maneira adequada.

Viabilidade Operacional

Um dos fatores mais críticos é o operacional, ou seja, como será a aceitação por parte dos usuários, quais os requisitos dos clientes, etc. Diz respeito ao que o cliente espera e o que o sistema será capaz de fazer.

Esse também foi um problema maior no passado e hoje espera-se que ele seja bem menor do que já foi. Ainda assim é preciso ficar muito atento a esta questão, pois um sistema de informação é operado por pessoas e essas pessoas é que vão determinar o sucesso ou não dele.

Desta forma, fazer estudo de viabilidade operacional é sobretudo fazer um estudo de pessoas e tentar desenvolver um sistema que seja adequado ao uso das pessoas, que traga facilidades e que de alguma forma convide essas pessoas a fazer o engajamento de uso nele.

Vale a pena ressaltar atualmente que os novos modelos mostram que os sistemas são operados não apenas por funcionários de uma empresa, mas sobretudo por usuários que muitas das vezes representam clientes, fornecedores e outras pessoas que interagem diretamente com ele através da internet.

Desta forma não é possível sentar-se com usuário e perguntar o que ele sabe, gosta o que deseja fazer, muitas das vezes você não conhece quem irá usá-lo e por isso é tão importante fazer um estudo nesta área.

Viabilidade Econômica

A viabilidade econômica diz respeito aos resultados financeiros. O sistema ajudará na redução de custos? Aumento de receitas? Impactará de alguma forma no lucro da empresa. O fator econômico é importante, pois ele é em muitos casos determinante para a aprovação do projeto.

A viabilidade econômica é aquela que pode jogar um balde de água fria em todas as pretensões, afinal você pode ter todos os recursos aprovados, mas se não tiver recursos financeiros para financiar o projeto, e nada resolverá.

Portanto na viabilidade econômica é preciso levar em consideração os custos de aquisição de infraestrutura, alocação de pessoas para o desenvolvimento do sistema e sobretudo o custo a longo prazo que é aquele que envolve a manutenção do sistema de informação para que ele possa ser útil lá na frente, assim como ele será agora.

Recursos tangíveis e intangíveis

No estudo de viabilidade podemos avaliar os custos e benefícios como: tangíveis e intangíveis

Quando os custos e benefícios puderem ser quantificados, serão tangíveis, caso contrário serão intangíveis.

Exemplos de benefícios tangíveis

  • Aumento nas vendas;
  • Redução de despesas;
  • Maior produção;
  • Diminuição no tempo de entrega;
  • Melhora no tempo de atendimento.

Exemplos de benefícios intangíveis

  • Melhor atendimento ao cliente;
  • aumento da confiança na empresa;
  • Melhor relação com  fornecedores;
  • Melhor posição competitiva;
  • Reputação.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.