O que significa as siglas MB e GB para Megabyte e Gigabyte

Entenda o que significa as siglas GB e MB e outras similares quando aplicadas em computadores, dispositivos móveis como celulares, máquinas digitais, entre outros. Por que é o tamanho da memória espaço em disco de computador, celular e outros sempre aumentam?

Home » Tecnologia

Quando você se depara com um anúncio de um computador a venda, uma máquina digital ou outros dispositivos é comum entrar diversas informações técnicas sobre aquele produto. Entre essas informações constam algumas que podem trazer confusões ou mesmo dificuldade para comprar um produto com o outro. Certamente o uso de MB (megabyte), GB (gigabyte) e outros da família byte estão nesta lista.

O que significa MB e GB, quais as diferenças entre eles e como posso usá-los para compreender melhor aquilo que estou comprando ou usando no cotidiano?

Megabyte e gigabyte

MB e GB são siglas de megabyte e gigabyte, respectivamente e são usadas para medir o tamanho da memória ou capacidade de armazenamento de um hardware qualquer. Qualquer dispositivo que faça processamento ou armazenamento de dados digitais precisa ter uma especificação, tamanho ou capacidade de armazenamento ou processamento e para isso os termos são empregados.

Entendendo melhor

Tudo começou com uma padronização que ocorreu por volta dos anos 60 quando os  computadores começavam a tornar-se populares. Naquela época a IBM que era a grande empresa da computação padronizou o modelo de que 1 byte é igual a 8 bits. Esse modelo, que já não é o único atualmente, emprega o seguinte raciocínio:

Bit

A computação utiliza o sistema numérico binário que é formado por apenas dois dígitos: 0 e 1. Então para que o processador do computador possa realizar qualquer tipo de operação ele utiliza o sistema binário combinando os dígitos 0 e 1 em várias sequências para as mais diversas operações. Cada dígito binário, seja ele 0 ou 1 é chamado de bit e o processador utiliza um conjunto de 8 bits para formar um caracter qualquer. Veja o exemplo abaixo:

tabela de valores binários versus valores decimais

Considere que primeira linha contém uma sequência de 8 bits correspondentes a letra "a" (minúsculo) e que a segunda linha contém os valores em decimal de cada posição da primeira linha. Desta forma, soma-se os valores decimais da coluna correspondente aos valores 1 da primeira linha, ou seja: 64+1=65.

O número 65 é o correspondente a letra “a” na tabela ASCII que é usada para a formação dos caracteres no computador.

A tabela ASCII é outra invenção fantástica. Todo computador já vem com ela no seu sistema de memória interna. Ela é composta por 256 posições, indo de 0 a 255 e cada posição ou índice corresponde a um caracter específico, como é o caso do exemplo anterior da letra “a” (minúsculo) que ocupa a posição 65. Conheça a tabela ASCII aqui.

Observação: Faça um teste: Abra o Bloco de Notas ou um editor de texto qualquer. Pressione a tecla ALT do lado esquerdo do teclado e com ela pressionada, digite qualquer sequência de numérica 0 a 255 no teclado numérico reduzido e solte a tecla ALT. Ele mostrará o caracter correspondente na tabela ASCII.

Byte

Um byte é formado por 8 bits e conforme já mencionado acima, corresponde a um caracter.

Kbyte, megabyte, gigabyte e outros

Desta forma na medida em que você aumenta o valor em bytes torna-se necessário usar outros termos de outras grandezas para evitar que uma simples memória tenha que ser anunciada como bilhões de bytes. Então a cada 1024, muda-se o termo usado para medir ou representar a mesma sequência. Veja a tabela abaixo:

Corresponde a
1 byte8 bits
1 kbyte1024 byte
1 megabyte (MB)1024 kbyte
1 gigabyte (GB)1024 MB
1 terabyte (TB)1024 GB
1 petabyte (PB)1024 TB
1 exabyte (EB)1024 PB
1 Zettabyte (ZB)1024 EB

Aplicação

Desta forma, fica claro que você deve usar os termos para entender qual é o tamanho ou capacidade do dispositivo e basta uma comparação matemática para concluir qual é mais potente do que o outro. Se computador tem um HD de 512 GB ele é o dobro da capacidade de um de 256 GB. MAS CUIDADO, se um terceiro tem 1 TB (terabyte) então ele é o dobro do 512 GB e 4 vezes mais o de 256 GB.

Alguns exemplos que usam essas medidas:

  • A memória do seu celular, tanto no armazenamento interno, como em cartões de memória;
  • O tamanho do disco rígido ou HD do seu computador;
  • A velocidade da sua internet;
  • O tamanho de um arquivo que você cria ou compartilha;
  • O tamanho de uma foto que você tira com o celular ou máquina digital;
  • Entre outros exemplos.

Com informações de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Byte

Algumas perguntas sobre o tema

Por que é o tamanho da memória espaço em disco de computador, celular e outros sempre aumentam?

Isto acontece porque a demanda por espaços de armazenamento aumenta constantemente. E a explicação para isso aqui os programas que usamos hoje são muito maiores do que os que usávamos no passado, assim como a qualidade de uma imagem feita há 10 anos atrás não tem a mesma qualidade que os atuais dispositivos de celulares ou máquinas digitais produzem hoje.

Para se ter uma ideia, quanto mais qualidade uma foto tem, maior será o tamanho do arquivo para armazenar esses dados e consequentemente mais espaço em disco e memória ele vai precisar. Mas essa lógica se aplica a quase todos os outros programas, como o caso de vídeos, arquivos de imagem, executáveis e outros.

Estava comparando aqui algumas fotos e vídeos que minha esposa fez em 2006 com uma das primeiras máquinas digitais que tivemos e pude perceber que o tamanho das imagens, na maioria dos casos não passava de 300 kb. Em 2013, as fotos que tenho armazenas já estão na faixa de 800 a 1000 kb. Agora em 2020, algumas já passam de 1.700 kb.

A grande produção de vídeos contribui para esse aumento?

Sem dúvida alguma. No passado não tínhamos uma demanda tão alta por vídeos, como temos agora e como sabemos que os arquivos de vídeos ficam muito grandes. Assim, desde produzir um vídeo caseiro para ser usada apenas no computador, como para disponibilizado na internet, é necessário ter espaço em disco, memória e outros recursos para processamento dele. Tudo isso de mandar a mais espaço em disco e consequentemente uma demanda maior por armazenamento robusto.

Sem contar que os vídeos em alta definição geram arquivos enormes.

A internet contribui também para isso?

Com toda certeza. Antes da internet, ou pelo menos no começo dela, o volume de informações que precisa ser armazenada eram relativamente pequenos. Assim, os servidores da época processavam uma quantidade muito menor de informações do que aqui temos hoje. Com internet e especialmente com as redes sociais, as pessoas passaram a produzir muito informação, ainda que boa parte disso seja consideravelmente inútil, mas isto não importa para efeito de armazenamento, pois tanto uma informação útil, com uma inútil, ocupa o mesmo espaço em disco.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.