Horário de Verão. Porque ele é adotado no Brasil

História do horário de verão proposto originalmente por Benjamin Franklin e a sua adoção em vários estados do Brasil para economia de energia elétrica nos horários de pico. Veja também quais países adotam o horário de verão.

Home Educação

Embora não exista concenso de quando ele foi iniciado, muitos acreditam que o horário de verão atualmente utilizado todos os anos no Brasil foi inicialmente proposto em 1784 nos Estados Unidos da América pelo tão conhecido Benjamin Franklin que vinha por algum tempo notando que em alguns meses do ano o sol nascia muito antes do horário comum das pessoas se levantarem e, foi então que ele proposto uma maior utilização da luz natural para que fosse economizado as velas, que eram comum na época, devendo apenas adiantar em uma hora o relógio durante estes meses do ano, mas seu proposto foi inicialmente recusado pelos governantes.

Após um longo período a proposta de Benjamim começou a ser utilizada em muitos países europeus e, entre os anos de 1931 e 1932 é que o Brasil decidiu adotar o horário de verão no país através de Getúlio Vargas. Foi um grande marco na história do Brasil, em que inicialmente o período do ano de adoção do horário de verão encontrava-se ainda transitório mudando o período de duração a cada novo verão, até que após o ano de 1985 foi-se estabelecido e utilizado até os dias atuais durante 120 dias do ano no Brasil.

O Brasil resolveu adotar o horário de verão após perceber que a teoria proposta por Benjamim Franklin tinha total fundamento, que nas épocas do ano em que o sol nascia em horário antecedente ao horário de costume a população poderiam utilizar-se mais a luz natural e consequentemente economizaria energia elétrica o que traria economia de energia elétrica. Essa economia de eletricidade só seria possível se fosse adianto em uma hora o relógio durante essa época do ano.

Horário de Verão. Porque ele é adotado no Brasil

Horário de pico

O horário de pico, entre 18h e 20h é o período em que a população em geral mais se utiliza de eletricidade, com o horário adiantado em uma hora, significa que nesse período o uso da luz natural supriria a necessidade da energia elétrica.

ATUALIZAÇÃO: A partir de 2019, o horário de verão deixou de ser adotado no Brasil. (veja no final do artigo)

Horário de verão nos estados

O horário de verão é adota nos estados do centro sul do Brasil, nos estados do norte e nordesde foi identificado uma economia muito pequena, já quem quanto mais próximo do Equador se reduz o aproveitamento, tendo em vista a menor intensificação da luz natural ao longo do dia, no verão. Atualmente ele é adotado nos de RS, SC, PR, SP, RJ, ES, MG, GO, MT, MS e DF.

O Brasil ao adotar o horário de verão, mesmo não sendo em todos os estados, adotou um eficiente sistema de economia da energia elétrica que contribui e vem contribuindo muito para o país como um todo.

Efeitos do horário de verão

Para muitas pessoas o horário de verão é ótimo e elas o classificam como positivo. Dentre os argumentos favoráveis estão:

  • Mais tempo útil no final do dia para a prática de atividades físicas ao atividades ao ar livre a luz do dia;
  • O dia passa mais rápido (subjetivo e enganoso);
  • Você acorda mais cedo e para quem gosta disso é um prato cheio;
  • Entre outros.

Contudo, uma parcela significativa classifica como inapropriado a adoção do horário de verão e não falta razões para não gostar da mudança. Alguns argumentos são:

  • Desrregula o organismo com horário diferente para alimentação, por exemplo;
  • Você vai dormir uma hora mais cedo e o organismo demora para descobrir isso, o que significa que pelo menos no início você dorme menos e mal;
  • Você tem de levantar na melhor parte do sono e isto evidentemente não é bom;
  • O dia útil termina muito cedo, o que é horrível encerra o dia de trabalho com o sol alto ainda;
  • O calor que castiga no verão fica mais evidente, pois você se expõe a ele mais tempo;
  • Entre outros.

Fonte: https://www.mme.gov.br/mme/menu/horarioverao.html

O Horário de Verão é internacional?

Sim, na realidade, como já diz o post, ele foi criado fora do país, e só bem depois adotado por aqui. Ele é uma medida desenvolvida com o intuito principal de economia de energia, e não é só o nosso país que se preocupa com esse fator, mas muito outros.

De maneira mais simplificada, ele é em maior parte adotado pelos países que exigem uma demanda grande de energia, como os desenvolvidos e emergentes (no caso o Brasil é um deles).

Quais os outros países que adotaram a medida?

Muitos países utilizam o Horário de Verão atualmente, em específico (de acordo com o site Wikipédia) os que não o adotam são 158, os que o aderiram parcialmente são 82, já 73 países são adeptos dele em algum período do ano e os que utilizam o Horário de Verão em parte de seus territórios são apenas 9.

Em lista, ficaria da seguinte forma (de acordo com o site Wikipédia):

  • Marrocos
  • Namíbia
  • Cuba
  • Haiti
  • Bahamas
  • Paraguai
  • Chile
  • Brasil (uma parte)
  • Canadá (maior parte)
  • Estados Unidos (maior parte)
  • México (maior parte)
  • União Européia (Conjunto de países)
  • Leste Europeu
  • Irã
  • Síria
  • Jordânia
  • Líbano
  • Israel
  • Palestina
  • Nova Zelândia
  • Austrália (uma parte)
  • Fíji
  • Samoa
  • Tonga

Qual o intervalo do Horário de Verão no Brasil?

No Brasil o Horário de Verão é distribuído no seguinte intervalo: começando no terceiro domingo de outubro e terminando no terceiro domingo de fevereiro. No entanto, quando ele chega a coincidir com o Carnaval passa a se prorrogar em uma semana.

Ele começa no domingo por questões biológicas, segundo especialistas seria o dia ideal para que as pessoas pudessem se acostumar previamente com o novo horário utilizado. Dalí em diante, diariamente até o fim do ciclo do Horário de Verão.

ATUALIZAÇÃO: A partir de 2019, o horário de verão deixou de ser adotado no Brasil. (veja no final do artigo)

Os Fusos Horários brasileiros interferem em alguma coisa?

Na realidade, não. Eles continuam com a mesma configuração, apenas adotando a medida do programa: adiantar o relógio local em 1 hora no início, e quando terminar atrasá-lo em 1 hora também.

Caso você pretenda viajar para alguma cidade brasileira que tenha um fuso horário diferente do seu tem de olhar a diferença em horas entre a sua cidade e a de destino adiantando uma hora após, assim terá o domínio certo do horário a ser aplicado na região, evitando transtornos.

Qual a economia que o Horário de Verão traz?

Como já foi explicado nesse post, esse Horário serve para trazer uma menor demanda de energia em um período específico do ano.

Ele traz uma economia que gira em torno de 1% a 5% dentro do Brasil. Nossa, mas esse número é tão pequeno! Que nada, como se está falando de um país eles refletem em muita economia para o governo, algo estimado em 50 milhões de reais nos gastos públicos com energia.

Existe algum outro benefício?

Na realidade, sim. Pois quando estamos falando de mudança no horário, não só o comportamento no uso de energia muda, como também muitos outros que irão refletir em outros aspectos do cotidiano pessoal.

Entre eles, estão: redução de acidentes em horários que o trânsito está mais acentuado e redução do nível de crimes e assaltos praticados diariamente no país.

Além disso, muitos afirmam que, com a adoção dele, passaram a ter um maior lazer, tendo como possibilidade curtir o fim da tarde, por mais tempo, com a família ou amigos.

Outro fator possibilitado pela utilização desse Horário é a captação de água em maior quantidade nas usinas hidrelétricas no verão que poderão se usadas durante os meses secos do inverno.

E nos Estados brasileiros onde a medida não é adotada, existe algum impacto?

Sim, só que em parte. Uma das formas que esses Estados sentirão que o Horário de Verão chegou é através da TV (em parte) e utilização de Agências Bancárias.

Tanto em emissoras, como em atendimento bancário há a adequação com o Horário de Brasília. Havendo a necessidade de antecipar o relógio em até uma hora.

No caso da TV, algumas emissoras locais tendem a não se adequar à essa medida, respeitando o horário estipulado em seus Estados e transmitindo sua programação normalmente.

Fim do horário de verão no Brasil

No início de 2019, o então presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, determinou o fim do horário brasileiro de verão já a partir deste mesmo ano.

Com isso o que fica é apenas a história desde, amado por muitos e odiado por outros, horário que perdurou por tantos anos no Brasil.

Vai em paz!

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio