Qual faculdade fazer para ser professor de curso técnico?

Será que vale a pena investir em uma faculdade visando ser professor de ensino técnico no Brasil? Qual faculdade devo fazer para dar aulas em curso profissional ou técnico?

Ser professor em curso técnico pode ser uma excelente opção de carreira e ser usada como principal fonte de renda. Também é possível usar a função como renda complementar, atuando em outras funções e em outras empresas.

O que é um curso técnico?

Bem, um curso técnico é uma formação profissional que é destinada a estudantes que já terminaram o ensino médio ou que estejam cursando o ensino médio. Dependendo da modalidade do curso é necessário que o aluno esteja pelo menos no segundo ano do ensino médio.

Na prática ele é feito também por pessoas que inclusive já fizeram faculdade e acabam voltando para uma formação profissional buscando alternativa de formação ou um pouco mais de prática na área escolhida.

Características

Dentre as principais características dos cursos técnicos está o fato de eles serem formatados com uma carga horária menor que os cursos superiores.

Também é importante destacar que eles são focados em uma área bem específica, o que os tornam bastante atraentes por pessoas que desejam aprender para atuar no mercado de trabalho tendo em vista esses nichos.

E para ser professor?

Dar aulas em um curso técnico, como já citado no início do artigo, pode ser uma boa opção tanto financeiramente como profissionalmente.

Existem algumas exigências ou características desejadas no profissional que deseja atuar como docente em uma escola técnica. Mas é importante frisar que não há uma padronização e cada escola pode ter suas próprias exigências.

A primeira coisa a saber é se a escola é pública ou privada. Se for pública é necessário ser aprovado em concurso, assim como ocorre em toda a área pública. Neste caso as exigências estarão disponíveis no edital do concurso.

A segunda coisa a ter em mente é que você precisa ter formação superior e de preferência na área em que deseja dar aulas. Veremos abaixo a questão dos cursos.

Por fim e não menos importante está a questão da experiência profissional. Muito desejada nas escolas técnicas privadas ou do terceiro setor como é o caso do Senac, Senai e outras.

A lógica é a seguinte: Além de ter formação é importante que a pessoa atue profissionalmente na área para que possa usar aquilo que sabe em teoria e também em prática.

Qual faculdade fazer?

Então chegamos ao título deste artigo: Qual faculdade fazer para ser professor de curso técnico?

Depende do curso em que você quer lecionar. Alguns exemplos:

  • Curso técnico de informática: O ideal é que você tenha feito faculdade de Ciência da Computação ou Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Engenharia de Software ou Sistemas de Informação ou Gestão de Sistemas de Informação ou ainda outro curso superior na área.
  • Curso técnico de Administração: O ideal é que tenha feito faculdade de Administração, mas pode ser outras relacionadas, como: Logística, Gestão Financeira, RH, etc. Depende da disciplina que você lecionará.
  • E assim por diante.

É necessário ter feito faculdade para dar aulas em curso técnico?

Sim e não.

Como escrevi acima, isto dependerá muito da escola e das exigências que ela tem para preencher as vagas de professores.

Se você fez um curso técnico e trabalha profissionalmente na área, é possível sim dar aulas em um curso técnico, desde que a escola assim entenda. Creio que isso não se aplique a escolas técnicas públicas, como é o caso dos institutos federais, ETECs, etc. Nesses casos, creio que seja mesmo necessário ter uma formação superior.

Financeiramente: vale a pena?

Novamente é preciso levar em conta a escola. No setor público os salários seguem basicamente a mesma lógica dos demais professores. Lá existem várias questões que impactam nos salários e não é minha competência analisar isto aqui.

No setor privado, acredito que dois cenários podem ser encontrados: um positivo e outro nem tanto.

O positivo pode ser nas escolas do Sistema S, como Senai, Senar, Senac e Senat. Essas escolas costumam pagar bem e oferecer boas condições de trabalho, não só em termos de estrutura para dar aulas, mas também em benefícios para os professores.

Citei o exemplo das escolas do Sistema S, mas também pode se estender a outras instituições.

O negativo pode ser encontrado em outras escolas menores que talvez não tenha condições de oferecer uma remuneração mais generosa. Embora aqui seja apenas um palpite.

Meu testemunho

Eu trabalho a mais ou menos 20 anos como professor em curso técnico e posso dizer que estou bem satisfeito. Embora não seja minha única atuação profissional.

A instituição em que trabalho (faz parte do Sistema S) é também um ponto alto. Excelente estrutura para o trabalho, muita liberdade para desenvolver o trabalho, dentre outras questões.

COMPARTILHE: Facebook Twitter WhatsApp


VEJA TAMBÉM:

© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.
Este site usa cookies e ao continuar navegando, você concorda com a política de privacidade.