Telefones úteis: Polícia, Disque-Denúncia, Procon, Detran e outros

Veja a relação dos Telefones úteis como Polícia Militar, Disque-Denúncia, Atendimento ao consumidor Procon, Detran, prestadores de serviços de comunicação, entre outros

Home Cidadania

Normalmente passamos por situações inesperadas em que precisamos contatar alguns dos serviços públicos ou de emergência e não temos ideia de qual número ligar, para que possa ser tirada e esclarecida as dúvidas ou então que sejam dadas as informações necessárias para solução de determinado problema ou situação em que se encontre. Em qualquer lugar você poderá necessitar de ajuda dos serviços públicos ou de emergência é preciso ter em mãos os números de telefones como a Polícia Miliar, Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Detran, Centro de Valorização da Vida, entre outros.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estabeleceu um padrão dos números de telefones úteis para todo o país, todos devem ter três dígitos e poderá ser acionado em qualquer lugar do país, não precisando mais se preocupar com o local em que está, deve apenas saber quais são os telefones úteis, para cada situação, seja de denúncia, para se informar sobre os seus direitos, e outros mais.

Lista de telefones úteis

Abaixo você encontra uma lista detalhando os 34 números disponíveis e padronizados, lembrando que alguns podem não ser gratuitos. Os números são:

  • Secretaria dos Direitos Humanos 100
  • Serviços de emergência no âmbito do Mercosul 128
  • Delegacias especializadas de atendimento à mulher 180
  • Disque-denúncia 181
  • Polícia Militar 190
  • Polícia Rodoviária Federal 191
  • Serviço público de remoção de doentes (ambulância) 192
  • Corpo de Bombeiros 193
  • Polícia Federal 194
  • Polícia Civil 197
  • Polícia Rodoviária Estadual 198
  • Defesa Civil 199
  • Serviços ofertados por prestadoras de Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) 103
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviços de comunicação eletrônica de massa 106
  • Serviços da prestadora de água e esgoto 115
  • Serviços da prestadora de energia elétrica 116
  • Serviços de transporte público 118
  • Governo federal 138
  • Justiça Eleitoral 148
  • Vigilância sanitária 150
  • Procon 151
  • Ibama 152
  • Guarda municipal 153
  • Detran 154
  • Serviço estadual 155
  • Serviço municipal 156
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) 157
  • Delegacias regionais do Trabalho 158
  • Atendimento a denúncias por órgãos da administração pública 161
  • Assistência a dependentes de agentes químicos 132
  • Centro de Valorização da Vida (CVV) 141
  • Serviço de informação de código de acesso de assinante 102
  • Centro de atendimento para a intermediação da comunicação para portadores de necessidades especiais 142

Meu carro estragou na rodovia o que devo fazer?

Toda via disponibiliza e uma concessionárias de emergência, se caso seu carro estragar ligue para eles, que irão mandar um guincho para socorrer você. O serviço é oferecido 24 horas, no caso de defeito o guincho levara seu carro até uma oficina de apoio. Telefone 198 ou 191

Mas atenção!

Nem sempre estamos trafegando por vias bem sinalizadas e bem administradas.

É importante relatar que em muitos casos essas falhas mecânicas de carros em rodovias ou estradas são arquitetadas por maus indivíduos, os quais usam de várias artimanhas escondidos nos canteiros das vias, como por exemplo, arremessam pedras, pregos no asfalto, o que faz com que os pneus sejam perfurados e com isso o motorista desça voluntariamente do veículo, ocasionando um assalto de imediato.

A chuva alagou minha rua

Nesse caso se houver uma vítima devido ao alagamento deverá ligar para a Guarda Municipal, que irão repassar a ligação para uma unidade da Defesa Civil mais próxima de você. Telefone 153, 199 ou 193.

Sabemos que sempre é melhor prevenir do que remediar. Muitos alagamentos e enchentes se dão pela quantidade de lixo jogado nas ruas, bitucas de cigarro e papéis de bala, contribuindo para o entupimento de bueiros e galerias. A educação e conscientização da população é fundamental para que muitos desses problemas sejam evitados. A culpa não é só do governo, a população principalmente das grandes cidades tem grande participação nisso. O caminho é educar o cidadão desde a pré-escola sobre seus deveres e direitos.

Em caso de falta de Luz

Para relatar um problema na luz ou algum problema semelhante ligue 0800 51 00 116, não é necessário ter em mãos a unidade consumidora para relatar o problema. Telefone 0800 51 00 116 ou 115.

Em quedas de energia podem ocorrer curto-circuitos que danificam eletrodomésticos e equipamentos que necessitam da energia elétrica para estarem em funcionamento.

Muitos profissionais como cabeleireiros, donos de restaurantes e outros comerciantes não possuem um seguro contra perda de ganhos e queima de equipamentos, ocasionando um grande prejuízo financeiro.

Nestes casos pode-se recorrer à empresa fornecedora do serviço, a qual é regulamentada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) solicitando a indenização do prejuízo. O cliente pode ser indenizado em dinheiro, oferecida a troca do equipamento ou conserto do mesmo. Porém é necessário apresentar as evidências que o prejuízo foi causado de fato pela queda de energia, podendo o cliente dirigir-se ao Juizado Especial Cível, Procon ou até mesmo contratar um advogado e entrar com uma ação para ressarcimento de perdas e danos, dependendo do valor do prejuízo causado.

https://noticias.r7.com/cidades/veja-o-que-fazer-em-caso-de-danos-e-prejuizos-por-falta-de-energia-eletrica-14012015

Envolvi-me ou presenciei um acidente de trânsito

Se o acidente tiver alguma vítima é recomendado ligar para a emergência o mais rápido possível, o telefone é 193 SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a policia militar será avisada e comparecerá junto ao atendimento. É importante deixar o local sinalizado para a chegada do atendimento. Telefone 193 ou 190.

Você se lembra da obrigatoriedade do kit primeiros socorros nos automóveis? O kit foi muito divulgado pela mídia e quem o produzia e o comercializava faturava alto.

O kit primeiros socorros era composto por alguns itens e vinha com um manual de instruções de primeiros socorros para orientar o motorista no primeiro atendimento à vítima. Os itens eram:

  • dois rolos de ataduras de crepe;
  • um rolo pequeno de esparadrapo;
  • dois pacotes de gase;
  • uma bandagem de tecido de algodão do tipo bandagem triangular;
  • dois pares de luvas de procedimento;
  • uma tesoura de ponta romba.

A norma estabelecida pelo CONTRAM (Conselho Nacional de Trânsito) regulamentou a mudança no artigo 112 do Código Brasileiro de Trânsito, a qual tornou obrigatório o porte do kit primeiros socorros nos automóveis em todo o país. O condutor que não portasse o kit seria passível de multa.

Essa norma durou pouco tempo, de janeiro a abril de 1999, quando a mesma foi revogada pelo então Presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

Infelizmente nem sempre a chegada do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) 193 e a polícia militar chegam em tempo hábil e com rapidez ao local do acidente e nestes casos o kit primeiros socorros poderia ajudar a salvar vidas.

https://planetadoalan.blogspot.com/2011/08/que-fim-levou-o-kit-primeiros-socorros.html

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio