Mapa do frio brasileiro. Onde e quando faz frio no Brasil?

O Brasil é um país quente ou podemos dizer que também é frio? Veja esta boa análise dos locais e as épocas de frio no país, bem como os fatores que podem favorecer as baixas temperaturas

O Brasil é um país tropical. Esta é uma expressão conhecidíssima e embora ela possa querer dizer muita coisa, aqui, tomaremos ela como uma referência de que o Brasil é um país quente, onde predomina o calor na maior parte do ano e na maior parte do país.

Creio que os brasileiros não tenham nenhuma dificuldade em perceber e compreender isso, mas isto não quer dizer que não exista frio por aqui. Embora não seja esta a principal característica do país, é preciso dizer que dependendo de alguns fatores, podemos dizer que faz frio sim no Brasil e muito, por sinal.

Mapa do frio brasileiro

Com isso, veremos abaixo o mapa do frio brasileiro, ou seja, onde e quando faz frio no Brasil. Para entender isso é preciso que o leitor tenha em mente três fatores que são decisivos no Brasil para a existência ou não de frio: latitude, altitude e frente fria.

Latitude

Sem querer entrar em uma aula de geografia com aqueles termos muito técnicos, podemos dizer que a latitude é a coordenada geográfica que é usada para determinar uma posição em relação à linha do Equador que é marcada como latitude 0 (zero). Do Equador para o norte a latitude é medida em número positivo e pode chegar a 90 e para o sul é medida em número negativo e pode chegar a 90 também. Assim, quanto mais longe estiver do Equador, maior será a latitude.

Para efeito de temperatura, quanto mais distante estiver do Equador, mais frio será. Desta forma a cidade de Manaus será muito mais quente que São Paulo, visto que a primeira está bem próxima do Equador, enquanto a segunda já tem uma latitude bem mais alta.

Este é o primeiro motivo de dizermos que a região sul do Brasil é a mais fria, pois os três estados desta região são os que estão mais distantes do Equador.

Altitude

O segundo ponto a considerar é a altitude. Este termo é usado para determinar a posição em relação ao nível do mar e, portanto, é uma medida vertical que pode ser aplicado a cidades, montanhas ou qualquer outro ponto em qualquer lugar da terra.

Para fins de temperatura quanto maior a altitude, mais frio será. Este é um padrão basicamente invariável e, portanto, bem fácil de ser aplicado. Normalmente a cada 100 ou 150 metros de altitude acima, diminui-se 1 grau na temperatura e o inverso também pode ser aplicado

Por exemplo: Eu moro em Limeira no interior de São Paulo e a altitude aqui é em torno de 600 metros acima do nível do mar (579, segundo o IBGE). Campos do Jordão está a 1639 metros acima do nível do mar. Como acompanho bastante as variações de temperatura, percebo que em média a diferença de temperatura de Limeira e Campos do Jordão varia em 6 a 8 graus.

Faço uma comparação com outras cidades também, como São Paulo, Monte Verde, Poços de Caldas, entre outras e dá para perceber claramente que a diferença de altitude é o que determina a diferença de temperatura, uma vez que todas essas cidades que citei estão em latitude muito próxima, portanto a latitude não interfere muito, mas a altitude sim.

Frente fria

Uma frente fria é um sistema meteorológico que no Brasil tem grande importante para a formação de chuvas e também para mudar a temperatura. Elas se formam no extremo sul e sua trajetória é rumo ao Equador, muito embora a maioria delas se dissipam pelo caminho.

A tendência natural é ela entrar mais forte no Brasil e ir perdendo força na medida em que avança para o norte. Assim, quanto mais ao sul mais frio ela tende a trazer. Já nos locais mais ao norte é preciso que seja uma frente fria bem forte e com uma grande quantidade de ar polar para poder esfriar essas regiões.

Quando faz frio no Brasil?

O Frio ocorre com muito mais frequência nos meses de inverno, sendo julho o mês mais frio no centro-sul do Brasil. Mas é comum já termos frios nos meses de outono e também na primavera em algumas regiões. Basicamente você pode tomar o mês de julho como referência e quando mais próximo deste mês, mais frio tende a ser, quanto mais longe, mais quente tende a ser.

Onde faz frio no Brasil?

Agora chegamos no ponto de traçarmos o mapa do frio no país e para isso, dividi em cinco partes para podermos analisar cada uma delas de maneira isolada, pois isto é necessário. Sendo assim, temos:

Serra Gaúcha e Catarinense

Aqui temos o local certo para encontrarmos o frio no Brasil. As serras catarinense e gaúcha tem a cominação perfeita, que analisamos acima, ou seja, latitude e altitude.

Por estarem na região sul do Brasil, elas estão bastante afastadas do Equador, o que confere a elas um ponto bastante favorável. Mas além disso alguns pontos da serra são bem altos, chegando a 1500 metros acima do nível do mar, como acontece no Morro da Igreja na região de São Joaquim, muito embora o morro fique no município de Bom Jardim da Serra.

Essa combinação de latitude e altitude é o que permite que as temperaturas fiquem muito baixas, especialmente quando ocorre a entrada de uma frente fria trazendo uma boa quantidade de ar polar.

Nesta serra destaca-se as cidades de Urubici, Urupema, São Joaquim e Bom Jardim da Serra, todos em Santa Catarina, bem como Gramado, Canela, São José dos Ausentes e outros no estado do Rio Grande do Sul.

Região sul do Brasil

Além da serra de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, que na verdade é a mesma, mas que se estende entre os dois estados, podemos considerar a região sul do Brasil como um todo para efeito de frio.

Naturalmente que o frio que faz em Gramado não ocorre em Porto Alegre, nem o frio de São Joaquim pode ser sentido em Blumenau ou Florianópolis. Isto é verdade em função da altitude que explicamos acima. Cidades como Florianópolis e Porto Alegre estão a nível do mar e mesmo estando na região sul, não terão o mesmo frio da montanha.

Mas por conta da latitude e pelas frentes frias serem mais fortes nesses estados, podemos dizer que de uma maneira geral o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul são estados com maior incidência de frio no Brasil. Há algumas cidades nas terras altas do Paraná que são bastante frias por sinal, como exemplo temos Guarapuava e a própria capital Curitiba que é mais fria dentre todas as capitais do Brasil.

Serra da Mantiqueira

Mas engana-se quem pensa que o frio só ocorre no sul do Brasil, pois a região da serra da Mantiqueira entre os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro tem temperaturas muito baixas em boa parte do ano, especialmente no inverno.

Se o sul tem a vantagem da latitude, a Mantiqueira leva vantagem na altitude, já que os pontos mais altos beiram os 3.000 metros acima do nível do mar. Aliás, acredita-se que o local mais frio do Brasil seja o Pedra da Mina que mede 2798 metros e fica na divisa de Minas com São Paulo nos municípios de Passa Quatro/MG, Lavrinhas/SP e Queluz/SP.

Mas os pontos mais altos da Mantiqueira não são habitados e portanto temos de levar em conta as cidades mais altas como Campos do Jordão/SP (1639 mts), Monte Verde/MG (1595 mts), Senador Amaral/MG (1495 mts), dentre outros.

Terras altas de Minas

Além da Mantiqueira é preciso considerar ainda as terras altas de Minas. O estado é muito montanhoso e há outras formações no estado que colocam muitas cidades próximos de 1000 metros de altitude e várias delas acima disso.

Com isso temos uma concentração maior de frio em Minas do que em qualquer outro estado do Brasil. Embora ele não seja tão intenso, com exceção do extremo sul onde está a Mantiqueira, mas ainda assim temos geograficamente uma grande extensão fria no estado.

Vale destacar neste aspecto cidades como: Poços de Caldas, Ouro Preto, Muzambinho, Jacuí, Nova Rezende, Munhoz, Maria da Fé, Gonçalves, Delfim Moreira, Diamantina, Passa Quatro, entre outras.

Outros pontos esporádicos

Como vimos no início temos de levar em conta as frentes frias, a altitude e a latitude para entendermos como o frio atua no Brasil. Acima, vimos as regiões ou locais onde isso acontece mais generalizado, contudo, há outros locais onde possa ocorrer a incidência de frio de maneira mais localizada.

Por exemplo: A própria cidade de São Paulo apresenta episódios de frio, bem como outras cidades do interior de São Paulo e também do Mato Grosso do Sul. Aliás, salvo engano, em 2013 chegou a nevar no sul do Mato Grosso do Sul.

Contudo é preciso considerar que não é comum a incidência de frio de maneira mais generalizada, exceto nas regiões acima citadas, embora possa ocorrer as ondas de frio, especialmente aquelas provocadas pela passagem de uma forte frente fria com uma massa de ar polar, como ocorre aqui no estado de São Paulo.

Queda de neve no Brasil

Um evento bastante discutido e até mesmo polêmico em relação à queda de neve no Brasil. Se afirmamos acima que apesar do Brasil ser um país tropical, mas o frio é muito constante por aqui também, o mesmo não se pode dizer da ocorrência de neve que embora seja possível ela é extremamente rara.

Como sabemos a neve depende não apenas de temperaturas baixas, mas também da umidade do ar e algumas condições meteorológicas para que seja possível a sua ocorrência. A combinação de frio e umidade do ar praticamente já exclui a região sudeste do Brasil, já que nos meses de inverno onde ocorre o maior frio, esta região é muito marcada pelo tempo extremamente seco.

Mas na região Sul do Brasil a neve encontra um ambiente mais propício para ocorrer e é exatamente lá que nós temos diversos registros históricos de sua ocorrência. Na Serra catarinense na serra gaúcha é o local mais provável de você ver neve no Brasil, inclusive quase todos os anos ocorre, ainda aqui em quantidade pequena. Em alguns anos específicos a quantidade pode ser maior e o número de ocorrências também pode ser maior. Creio que o último ano que tivemos uma boa nevasca no Brasil foi em 2013.

Em 2017 eu estive em Santa Catarina exatamente com a expectativa de encontrar neve, monitorei uma frente fria bastante forte bastante propícia eu fui para o lugar certo, a cidade catarinense de Urubici onde ficamos hospedados e São Joaquim que foi o local onde nós fixamos nossa permanência durante o dia na expectativa da neve. Choveu muito o dia inteiro fez frio demais, e já no começo da noite depois de uma chuva congelada, ocorreu uma pequena incidência de neve, o que nos deixou um pouco frustrado já que as condições eram muito propícias para uma quantidade maior. Mas ainda assim valeu a pena.

Então se quiser ver neve no Brasil é melhor monitorar os meses de julho, agosto ou ainda em junho, uma boa frente fria com condições meteorológicas suficientes para provocar a neve, depois disso é melhor você estar nas regiões da Serra de Santa Catarina ou do Rio Grande do Sul que é provavelmente o local mais adequado para ver este evento belo e raro por aqui.