Universidades federais, estaduais, municipais e particulares

Saiba o que são universidades federais, estaduais, municipais e particulares. Quais as características de cada uma e as principais instituições de cada modalidade. Veja uma análise dos vários tipos de instituições de ensino superior.

Home » Educação

No Brasil a educação desde a infantil até a superior pode ser pública ou privada. A educação pública é aquela que é realizada em escolas criadas e mantidas pelos governos, sejam eles municipais, estaduais e o governo federal. Já a educação particular é aquela que é realizada nas escolas criadas e mantidas pela iniciativa privada. No caso da educação superior, as faculdades e universidades seguem essa mesma condição, ou seja, há instituições públicas e privadas. Veja abaixo as características de cada uma e as principais instituições de cada modalidade.

Universidades Federais

Universidades federais são a maioria das instituições públicas de ensino superior e  são mantidas pelo governo federal através do Ministério da Educação – MEC. Elas estão divididas em dois grupos: universidades federais e os Institutos de Educação Profissional e Tecnológicos.

Nelas, os cursos de graduação são gratuitos e a concorrência é normalmente alta. Reputada como instituições de qualidade, muitas delas sofrem com falta de investimentos ou a atenção que mereciam por parte do próprio governo.

Principais universidades federais:

  • UFRJ – Federal do Rio de Janeiro
  • UFMG – Federal de Minas Gerais
  • UFRS – Federal do Rio Grande do Sul
  • UFBA – Federal da Bahia
  • UFPR – Federal do Paraná
  • Unifesp – Federal de São Paulo

As universidades federais constituem uma força muito grande na educação superior no Brasil, sendo elas as principais instituições em quase todos os estados do Brasil, talvez a única exceção seja o estado de São Paulo.

Desta forma, é inegável a sua importância para formação de cientistas e profissionais para o mercado de trabalho e não é à toa que as vagas nessas universidades são extremamente concorridas, ficando algumas delas com a relação candidato vaga em um patamar extremamente alto.

Universidades Estaduais

As universidades estaduais são aquelas criadas e mantidas pelos estados. Alguns estados como São Paulo, por exemplo, têm ótimas universidades, como é o caso da USP, Unicamp e Unesp, todas pertence ao estado de São Paulo.

Assim, como nas federais, os cursos de graduação são gratuitos e a concorrência é normalmente alta também.

Principais universidades estaduais:

  • USP –São Paulo
  • Unicamp – Campinas (estado de SP)
  • Unesp – São Paulo
  • UEMG – Minas Gerais
  • UERJ – Rio de Janeiro
  • UERGS – Rio Grande do Sul
  • UEL - Paraná

As universidades estaduais são extremamente importantes, mas não exercea a força que as universidades federais têm. Contudo existem exceções e muitas dessas instituições estaduais são muito renomadas, como acontece com as instituições públicas do estado de São Paulo e algumas em outros estados.

A USP, Unicamp e Unesp figuram entre as melhores universidades do Brasil e todas são mantidas pelo governo paulista.

Faculdades Municipais

As faculdades municipais não são tão comuns como as demais, isto ocorre pelo fato do município ter como obrigação educação infantil, logo a preocupação com a educação superior não é nem pode ser a prioridade das prefeituras.

Algumas cidades quem mantém faculdades municipais:

  • Franca / SP
  • Araras / SP
  • Palhoça / SC
  • São Caetano do Sul / SP
  • Jundiaí / SP
  • São José do Rio Pardo / SP
  • Taubaté / SP
  • Mogi Guaçu / SP

Faculdade privada ou particular

As faculdades particulares são maioria em quantidade no Brasil, o número dessas instituições cresceu muito nos últimos anos com o aumento do interesse das pessoas em um curso superior. As faculdades privadas acabam atendendo o excedente que as públicas não absorvem. As características mais marcantes das faculdades particulares são o fato de serem pagas, de oferecer uma forma mais fácil de ingresso e de estar presente na maioria dos municípios.

Principais Faculdades e Universidades particulares:

  • UNIP – Universidade Paulista
  • FGV – fundação Getúlio Vargas
  • ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • PUC – Pontifícia Universidade Católica
  • Universidade Makenzie
  • Universidade Metodista de São Paulo e de Piracicaba
  • Uninove
  • Uniban
  • Universidade Estácio de Sá
  • Entre outras

As universidades privadas ou particulares acabam absorvendo a maioria dos estudantes em todo Brasil, isto porque não existe vagas nas universidades públicas para todos os estudantes e estes acabam tendo que recorrer as instituições particulares para poder fazer um curso na educação superior.

Algumas delas se tornaram grandes instituições, como é o caso da Unip, uma das maiores universidades do Brasil em número de alunos e com unidades em diversas partes do Brasil com foco no estado de São Paulo, sem contar com uma força muito grande na educação a distância.

Conclusão

Atualmente as universidades federais e estaduais são bem disputadas, isto ocorre principalmente pelo fato de ser ensino gratuito e ter boa qualidade dos cursos. As faculdades particulares no entanto acabam absorvendo a maioria dos alunos, talvez pela quantidade de instituições ou pela facilidade de ingresso.

Sisu ou ProUni, qual a diferença? Qual o melhor?

O Sisu dá direto a bolsas nas faculdades públicas, enquanto que o ProUni dá direito a vagas nas faculdades particulares. Existem boas faculdades tanto federais quanto particulares, a depender do curso e se você está disposto a se mudar, pode escolher qual a melhor opção.

Referências: https://www.sisu.mec.gov.br

Observações:

Não são todos os cursos que são gratuitos nas universidades públicas. Os cursos de graduação, são gratuitos nas universidades federais e estaduais, mas, normalmente são pagos nas municipais.

Mestrado e doutorado (stricto sensu) são gratuitos. Pós-graduação (lato sensu), mesmo nas universidades públicas podem ser pagos.

A cobrança e a gratuidade desses cursos pelas universidades públicas. A gratuidade dos cursos de graduação, mestrado e doutorado é regulamentada pelo Parecer CNE/CES nº 364/2002, do Conselho Nacional de Educação.

Existem poucas universidades municipais porque os municípios não têm a responsabilidade de prover ensino superior e sim a educação básica.

A verba para a educação destinada aos municípios é direcionada para as escolas de educação básica de ensino fundamental. É facultativo aos municípios oferecerem cursos superiores, portanto cabe a cada prefeitura essa decisão.

Por Luis Ribeiro e Luciana Dias


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.