Qual a diferença de dólar comercial, paralelo e dólar turismo?

Entenda o significado das várias cotações do dólar, como comercial, turismo e paralelo e as diferenças entre eles para fins de viagens, impostação e exportação, entre outras operações.

O dólar é a principal moeda da atualidade, mais precisamente o dólar americano, já que existem outros países que adotam o dólar como moeda. São exemplos o Canadá (dólar canadense), Austrália (dólar australiano), Jamaica (dólar jamaicano), entre outras.

No Brasil e no resto do mundo o dólar exerce extrema influência no mercado de câmbio e nas economias dos países. A razão é simples, quando os investidores percebem um problema na economia de um país começam a tirar seus investimentos dali e migram geralmente para o dólar por ser uma moeda forte e estável.

Com isso o dólar é usado como parâmetro em relação a outras moedas. Para fazer a comparação, no Brasil é usada diariamente a cotação do dólar frente ao Real e esta cotação pode ser em relação ao dólar comercial, turismo e paralelo.

Mas qual a diferença entre a taxa de câmbio comercial, turismo e paralelo?

Dólar comercial

O dólar comercial é a cotação oficial adotada pelo Banco Central e é usada para as operações oficiais de câmbio do governo, para as importações e exportações, entre outras operações oficiais, como empréstimos, remessas de divisas ao exterior, entre outras.

Há uma diferença entre o valor de compra e o valor de venda. A compra ocorre quando você compra alguma coisa do exterior, vai viajar ou até mesmo quer comprar para guardar como poupança. Já a venda ocorre quando você tem dólares e quer trocar por reais

Dólar turismo

O dólar turismo é usado em operações de compra de passagens e operações de turismo. Geralmente ocorre também nas compras feitas no cartão de crédito no exterior, mas o banco ou a operadora do cartão poderá também usar a cotação do dólar comercial.

Dólar paralelo

O paralelo não existe na teoria, mas existe na prática. O que quero dizer é que o banco central ou qualquer órgão oficial não reconhece esta cotação da moeda americana. Ela é chamada como o câmbio negro ou paralelo. Trata-se de operações clandestina de compra e venda da moeda e por ser clandestina não há muitas regras.

Câmbio flutuante

Para concluir é importante observar que o Brasil adotou a estratégia de câmbio flutuante, isto é, o governo não determina a cotação ou o valor do real frente ao dólar, isto é feito pelo mercado. Contudo o governo acompanha e as vezes interfere com operações de grandes volumes de compra ou venda a fim de regular e acalmar o mercado. Outras ações do governo também interferem no câmbio, mas não tem uma função de regular a cotação da moeda.

Como comprar dólar turismo, dólar comercial e euro?

A compra e venda de moedas estrangeiras é uma atividade que requer autorização do Banco Central do Brasil, então a primeira coisa que uma pessoa deverá atentar-se na hora de comprar dólares, euro ou outra moeda estrangeira é se a empresa que está oferecendo as moedas tem autorização do Banco Centrado do Brasil para esta atividade.

Você poderá consultar no site do Banco Central do Brasil as empresas que estão autorizadas através deste link no Banco Central do Brasil . Elas estão organizadas em quatro categorias:

  • Instituições habilitadas a operar no mercado de câmbio
  • Instituições habilitadas a intermediar operações de câmbio
  • Agências de Turismo
  • Correspondentes em operações de câmbio

De acordo com as categorias acima é possível saber aonde ir para comprar dólar, euro ou outra moeda estrangeira. Lembrando que o dólar tem duas cotações oficiais que é o comercial e o turismo, não se trata de duas moedas e sim duas cotações. A cotação turismo é usada para pessoas que vão viajar ao exterior e precisam trocar a moeda por dólar. Já o comercial é usado pelas empresas nas transações comerciais.

Como investir em ações, ouro e dólar?

Os investimentos no mercado de ações devem ser feitos com a compra de ações ou partes das empresas listadas na bolsa de valores, que no Brasil é a B3 (antiga BMF&Bovespa). Para comprar ações dessas empresas a pessoa interessada deverá fazer isto através de uma corretora de valores mobiliários que é uma empresa credenciada para a intermediação deste tipo de negócio. Você encontrará neste link a relação de corretoras.

Os investimentos em ouro e dólar também devem ser feitos em empresas credenciadas pelo Banco Central. No caso de quem quer investir em dólar, deverá procurar um banco ou empresa credenciada pelo Banco Central para operar o mercado de Câmbio. Veja o link acima que mostra como saber quais são essas empresas.

Já o ouro também há empresas credenciadas para isso. No mesmo site do Banco Central você poderá encontrar as informações sobre isso.

Vale a pena comprar dólar?

Depende muito da época e da necessidade de cada um. Há períodos em que a cotação da moeda está em um patamar muito alto, tornando-se assim improvável que suba muito além daquele patamar. Há épocas em que ocorre o inverso.

Portanto é importante analisar isso e saber interpretar a conjuntura econômica e a existência de possíveis fatores que venham a contribuir para a alta ou baixa da moeda.

Há também situações em que a pessoa está planejando uma viagem e quer ir guardando moeda estrangeira para evitar surpresas de última hora. Neste caso também é uma boa opção.

COMPARTILHE: Facebook Twitter WhatsApp


VEJA TAMBÉM:

© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.
Este site usa cookies e ao continuar navegando, você concorda com a política de privacidade.