Tipos de janelas para quartos, sala, cozinha e banheiro

As janelas podem ser classificadas quanto ao material de fabricação, como madeira, ferro, alumínio e vidro, quanto ao modelo de fabricação ou quanto a seu local de uso ou aplicação.

Home » Cidadania

As janelas são recursos importantes em uma casa ou edificação qualquer, através dela é possível prover a entrada de ar para dentro do ambiente, bem como a iluminação natural. Desta forma, elas fazem parte da arquitetura da edificação e além das suas funções primordiais definidas acima, elas também podem ser um recurso estético importante e por isso o que não faltam são opções e modelos de janelas visando atender também esta questão aparente.

Mas ainda é necessário levar em consideração os diferentes materiais que são utilizados na construção de janelas, bem como nos diversos modelos em que são construídas. Cada um desses tipos visa atender necessidades específicas e precisam ser avaliados na hora de escolher cada um deles para usar em sua casa.

Abaixo veremos os principais tipos de janelas, como mostra o índice abaixo:

[indice]

  • Quanto ao material de fabricação

    • Janelas de madeira
    • Ferro
    • Alumínio
    • Vidro

  • Quanto ao modelo de fabricação

    • De abrir
    • Venezianas
    • Basculantes
    • Pivotantes

  • Quanto à aplicação

    • Janela para quarto
    • Banheiros
    • Sala
    • Janela da cozinha

[fim-indice]

Quanto ao material de fabricação

Primeira classificação que iremos considerar é em relação ao material que foi utilizado na fabricação dessas peças. Assim teremos as janelas de ferro, alumínio, madeira, vidro, dentre outros.

Janelas de madeira

A madeira é provavelmente o material mais antigo utilizado na fabricação de portas e janelas, desta forma o seu uso é bastante tradicional e evoluiu muito algum do tempo.

Janelas de madeira tem como característica serem rústicas, bastante duradoura e oferecer a possibilidade de aliar bastante elegância e beleza é uma casa. É verdade que esse tipo de material já foi mais popular para esse tipo de fabricação, hoje ela enfrenta bastante concorrência de outros materiais, mas quando usada em harmonia com o projeto arquitetônico como um todo, é possível obter bons resultados.

Vantagens:

  • É um material rústico e pode combinar bem com vários ambientes, especialmente com casas mais rústicas
  • É bonito e durável, contudo, precisa de cuidados para manter a madeira livre de cupins e umidade

Desvantagens:

  • Deve-se evitar umidade, logo é necessário bastante cuidado neste aspecto, tanto no local de instalação, como na manutenção
  • Cupins podem ser problemas, muito embora seja mais raro para as boas madeiras
  • É necessário fazer a aplicação de verniz ou pintura, não apenas pelo aspecto visual, mas também pela manutenção da madeira

Veja aqui modelos de janelas de madeira

Janelas de ferro

Os modelos de ferro são abundantes no mercado e tem uma variação de preço bem grande, inclusive com modelos bem populares o que torna um material muito utilizado. Muitos modelos de janela de ferro são mais simples e bastante usados em construções populares.

Este material precisa de algum cuidado para evitar corrosão com o tempo, dessa forma importante ter o cuidado na colocação e uma pintura adequada para que ele tem uma durabilidade maior.

Vantagens:

  • O preço é bem acessível, muito embora existam modelos bem caros
  • Há ampla disponibilidade do produto. Acredito que seja possível encontrar janelas de ferro em qualquer lugar do Brasil
  • Existe opções desde as mais baratas até modelos mais caros.

Desvantagens:

  • Pode enferrujar e portanto requer cuidados nesta área
  • Pode sofrer corrosão e exige manutenção como pintura, bem como a manutenção dela
  • Exceto nos modelos mais sofisticados, a estética dessas janelas não é das melhores

Veja aqui modelos de janelas de ferro

Alumínio

Como sabemos o alumínio é um material extremamente resistente e duradouro, por não sofrer corrosão, ferrugem e outros em temperes, torna-se um material muito adequado para ser utilizado na construção civil e não é diferente para o caso das janelas.

Normalmente podemos encontrar dois tipos de janelas de alumínio, sendo o brilhante e o branco. Este último passa por um processo de pintura eletrostática, similar ao que acontece com os eletrodomésticos de linha branca. Desta forma além de resistente ele se torna uma peça bonita e portanto fácil de integrar ao projeto arquitetônico da casa.

Vantagens:

  • Há diferenças de preços bem significativos, pois vai depender dos modelos, alguns bem acessíveis. Já os modelos mais sofisticados, tendem a ser bem caros
  • Não enferruja e este é um dos grandes atrativos deste produto
  • Não sofre corrosão e portanto a vida útil é extremamente longa
  • Não precisa pintar pois já vem pronta para o uso.

Desvantagens:

  • Em construções em estilo moderno o pessoal tende a optar pelo vidro, ao invés do alumínio, mas isto não é regra.
  • Em alguns casos, o preço pode ser bem salgado

Veja aqui modelos de janelas de alumínio

Vidro

O vidro é a bola da vez na construção civil, pois o seu uso tem sido muito intenso em portas, fachadas envidraçadas, box de banheiro e principalmente na construção de janelas. Os modelos de vidros são bastante desejados pela alta durabilidade desse material, facilidade de limpeza, permitir a entrada de luz natural e por ser um material bastante moderno.

Desde janelas de banheiro, vidraças na sala, janelas de dormitórios e outras aplicações, o vidro tem sido uma opção bastante frequente, especialmente nesses projetos arquitetônicos mais modernos.

Vantagens:

  • É um produto moderno e portanto se encaixa muito bem nas construções atuais
  • Não sofre com ferrugem, sendo assim um produto que não requer manutenção neste aspecto.
  • Não sofre com corrosão, umidade, cupins ou qualquer outro intempere.

Desvantagens:

  • Não bloqueia a claridade e exige cortina ou persiana, o que pode não ser o ideal para dormitórios.
  • A limpeza é mais delicada, uma vez que a sujeira aparece muito.
  • Pode quebrar, embora, não seja comum, mas é vidro

Veja aqui modelos de janelas de vidro

Quanto ao modelo de fabricação

Outra maneira de classificar as janelas é em relação as modelos ou à forma em que cada peça foi fabricada. A diversidade de modelos é importante, pois as necessidades são diversas e por se tratar de um componente tão importante em uma casa, a escolha precisa ser de acordo com esta necessidade.

De abrir

Os modelos de abrir são bastante comuns e foram os modelos mais populares no passado, especialmente nas janelas de madeira onde era comum seguir a mesma ideia das portas. Desta forma você tinha uma dobradiça me permitia então a abertura e o fechamento podendo ser uma ou duas folhas.

Atualmente esse tipo de janela é bem incomum e as vezes se aplica mais aos modelos de madeira que ainda são comercializados. Vale lembrar, que diferentemente das portas que abrem para dentro, as janelas de abrir são para fora.

Veja aqui exemplos de janelas de abrir

Venezianas

Os modelos do tipo veneziana ou de correr são bastante comuns e talvez os mais usados ainda hoje. Eles podem ser aplicados tanto as peças feitas de madeira, ferro, alumínio e vidro, sendo mais comum as modelos de ferro e alumínio.

Normalmente esse tipo de janela tem duas ou três folhas, em alguns casos sendo todas elas móveis e outros uma das folhas fixas e as outras móveis que movimentaram para um lado para o outro.

Veja aqui exemplos de janelas venezianas

Basculantes

Os modelos basculantes são mais comuns quando se trata de janelas pequenas como é o caso de modelos para banheiros, por exemplo. Mas é possível você ter várias folhas em uma mesma janela, permitindo que uma obra individualmente em relação ao outra. Normalmente janelas muito pesadas não são adequadas para esse tipo de abertura, ficando apenas os modelos menores e portanto mais leves que permite uma facilidade de uso.

Vale uma ressalva que é considerado como basculante, aqueles modelos mais antigos de janelas ou várias partes abriam e fechavam com o acionamento de uma barra vertical.

Veja aqui exemplos de janelas basculantes

Pivotantes

Os modelos do tipo pivotantes são comuns para alguns modelos, especialmente os verticais que têm uma largura menor, porém uma altura maior. Nesses casos é possível fazer abertura central em cima de um pivô que a janela movimenta em volta.

Pode ter uma boa estética e ser uma alternativa interessante para alguns ambientes.

Veja aqui algumas imagens e modelos de janelas do pivotantes.

Quanto à aplicação

Por fim podemos classificar as janelas de acordo com a sua aplicação, isto é, quanto ao local onde elas serão usadas nesse caso temos janelas para quartos ou dormitórios, sala, cozinha, banheiros e outros.

Janela para quarto

Um dormitório requer uma atenção especial quanto ao tipo de janela que você irá utilizar nele, o mais comum é usar algum modelo opaco que permita bloquear a luz externa, especialmente a noite. Nesse caso os modelos de ferro, alumínio e madeira são bastante usados. Muito tem usado atualmente janelas de vidro para dormitórios, mas nesse caso é necessário fazer uso de uma boa cortina para bloquear iluminação externa e permitir uma noite de sono mais agradável.

Quanto ao tamanho, creio que os modelo de 1 m de altura por 1,5 de largura sejam os mais comuns, embora possa existir também larguras comum em 1,20 metros, 1,80 metros ou 2 metros de largura. Tudo dependerá do tamanho do quarto e também do espaço disponível na parede para a sua colocação.

Banheiros

No banheiro o uso mais comum é de janelas de vidro, especialmente nos modelos pequenos que são posicionados na parte mais alta da parede por uma questão de privacidade.

O uso do vidro para banheiro é particularmente útil por ser este considerado uma área molhada e assim como acontece com box, ela pode ser lavada com facilidade e não irá ter problema de umidade que é bastante comum neste ambiente.

Como as janelas de vidro podem ser feitos sob medida, podemos encontrar uma variedade grande de tamanhos, mas acredito que uma janela de banheiro com 1 metro de largura e 60 cm de altura seja de um tamanho ideal.

Sala

A janela da sala tem uma particularidade importante, pois normalmente ela dá acesso visual à rua, desta forma as pessoas tendem a caprichar um pouco mais nessas janelas para dar um aspecto visual mais interessante na fachada do imóvel. Assim é comum encontrar janelas grandes, especialmente aqueles modelos verticais que estão na moda atualmente.

Nas construções mais modernas é quase unanime o uso de janelas de vidro, primeiro porque elas podem ser feitas sob medida e assim atender a um critério estético particular de cada um, segundo o que o vidro é visto como material bastante moderno e, portanto, estaria de acordo com a proposta do imóvel como um todo.

Janela da cozinha

A cozinha assim como o banheiro é considerada também uma área molhada e mais que isso, tem o problema de gordura e outros itens que são comuns acomodar na cozinha em forma de sujeira.

Desta forma a janela da cozinha precisa ser feito com o material que facilite a limpeza e de novo o vidro é sempre uma boa opção. Também porque é uma área de serviço, sendo necessário bastante luz natural, bem como prover boa ventilação.

Desta forma os modelos mais comuns para cozinha são as janelas de vidro com altura de 1 m de largura e 1,5 a 2 metros de largura. Lembrando que isso não é regra, pois dependerá sempre do espaço disponível, do tamanho do ambiente, da proposta arquitetônica, dentre outros.

Fontes e Referências

Tipos de janelas: Alumínio, ferro, madeira, PVC e Blindex em Casadicas, acesso em 17 de fevereiro de 2021


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.