Consumo de energia do chuveiro e ferro de passar. 110v e 220v

Chuveiro 220 economiza mais energia que o 110? Ferro no vapor ou passagem a seco? Há alguma diferença do ponto de vista de consumo? Aparelhos 110V gastam mais ou menos energia que os aparelhos 220V? Porque falamos 110V sendo que na verdade os aparelhos marcam 127V?

Home » Cidadania

O consumo de energia do chuveiro e ferro de passar e as dicas para economizar energia, são os assuntos deste tópico que é parte da entrevista concedida ao Blog do Luis por Jorge Eduardo Schorr, técnico do Departamento de Utilização de Energia da Copel – Companhia Paranaense de Energia.

Chuveiro

Blog do Luis: Parece que o chuveiro é o vilão do consumo de energia. Por que isto acontece?

Copel: Todo equipamento elétrico destinado a produzir calor a partir do aquecimento de uma resistência ou de um filamento apresenta consumo elevado. É assim com os aquecedores de ambiente, ferros de passar, torneiras e, é claro, chuveiros, que em residências de padrão médio costumam responder por cerca de 25% do consumo mensal de energia elétrica. O consumo de eletricidade de um chuveiro depende do tempo de uso e da potência em watts do equipamento. Banhos muito demorados e muito quentes resultam em mais quilowatts-hora consumidos.

Blog do Luis: Chuveiro 220v economiza mais energia que o 110v?

Copel: Não. A potência elétrica é a relação direta entre a tensão da rede (220 ou 110 volts) pela corrente elétrica. Ou seja, se o chuveiro elétrico tem 6 mil watts de potência, ele irá consumir a mesma coisa não importando se na tensão de 220 ou 110 volts.

Blog do Luis: Quais as dicas para economizar energia durante o banho?

Copel: Para se consumir menos energia elétrica e, consequentemente, menos água nos banhos, sugerimos algumas mudanças de hábitos, tais como desligar o chuveiro durante o ensaboamento e encurtar o tempo de duração dos banhos. Sempre que possível, utilizar o chuveiro com a chave na posição “verão”. Importante: jamais mudar a posição da chave reguladora com o chuveiro ligado em razão do risco de choque elétrico.

Ferro de Passar

Blog do Luis: Assim como o chuveiro, o ferro de passar também consome muita energia elétrica?

Copel: Sim, mas como o seu uso não é diário, seu peso na conta de luz acaba sendo um pouco relativizado.

Blog do Luis: Passar roupas com o ferro no vapor ou passagem a seco? Há alguma diferença do ponto de vista de consumo?

Copel: Depende unicamente da potência elétrica do ferro. Geralmente, o ferro a vapor trabalha com uma potência maior que o ferro seco e, portanto, apresenta consumo maior.

Blog do Luis: Há uma recomendação de esperar juntar bastantes roupas e passar de uma única vez. Por que isto ajudaria no consumo de energia?

Copel: Porque o processo de aquecimento da resistência do ferro elétrico é gradativo e um pouco demorado. Assim, ligar o ferro uma única vez e passar uma grande quantidade de peças é uma atitude mais racional e econômica que ligar o ferro repetidas vezes para passar quantidades menores.

Blog do Luis: Quais as dicas para economizar energia com o ferro elétrico?

Copel: Acumular uma boa quantidade de peças e ligar o ferro elétrico uma única vez. Também é uma atitude inteligente separar as peças por tipo de tecido – os mais delicados dos mais pesados – e aproveitar o período em que o ferro está esquentando ou esfriando para passar as peças que precisam de menos calor para serem passadas.

110v ou 220v

Blog do Luis: Aparelhos 110V gastam mais ou menos energia que os aparelhos 220V?

Copel: O consumo de energia elétrica de um aparelho não depende da tensão de fornecimento da rede (110 ou 220 volts), mas sim da sua potência. Um chuveiro elétrico de 5 mil watts de potência consumirá o dobro da eletricidade de outro com potência de 2.500 watts, seja qual for a tensão de fornecimento.

Blog do Luis: Porque falamos 110V sendo que na verdade os aparelhos marcam 127V?

Copel: Na verdade, a tensão comumente chamada de 110 volts compreende uma faixa de variação que vai de 110 até 127 volts. Essa é a tensão máxima admissível. O uso consagrou a terminologia “110 volts”.

Blog do Luis: Em uma residência com dois ou mais chuveiros é recomendável colocá-los em 220V? Se sim, por que?

Copel: Cada residência é um caso a se analisado. A recomendação da Copel é que o consumidor procure um profissional habilitado e de confiança para realizar um estudo do seu domicílio e verificar a sua real necessidade.

Clique Aqui para voltar ao índice da entrevista

Extra – Dicas sobre tomadas 110 e 220

Falando em tomadas é importante observar que este é um ponto importante a ser considerado quando uma casa estiver em fase de projeto para a construção.

Como sabemos existem alguns aparelhos elétricos que são funcionam em 220, um bom exemplo são os aparelhos de ar condicionado onde em sua maioria vem com esta voltagem. Algumas máquinas, como cortadores de grama, furadeiras e outras também costumam ser 220.

Com isso, se você estiver construindo ou pretende construir, uma boa dica é colocar energia bifásica e colocar em sua casa tomadas 110 e 220.

Quando eu construí, nos locais onde iria colocar os aparelhos de ar condicionado já deixei todas as tomadas como 220 e também na área externa da casa onde normalmente poderia usar alguma máquina com essa voltagem.

Apesar de não precisar tomada, já que você terá a energia bifásica, coloque os chuveiros também em 220, pois eles consomem menos energia elétrica.

Já as tomadas 110 v são as mais comuns e podem ser espalhadas pela casa conforme a necessidade. Mas pela minha experiência de construção, o ideal é que tenha pelo menos uma tomada em cada parede e claro que em locais estratégicos que você sabe que vai precisar ligar mais aparelhos, o ideal é deixar mais de uma ou aproveitar aqueles modelos com duas ou três tomadas juntas.

Algumas observações complementares:

O tempo de uso é um fator determinante para o consumo de energia, assim, um banho de 5 minutos vai gastar bem menos energia que um de 30 minutos.

A quantidade de pessoas em uma casa é outro fator importante, pois se multiplicarmos os banhos pela quantidade de pessoas que fazem o uso deles diariamente teremos também um tempo de uso maior ou menor.

Banhos longos podem não apenas consumir muita energia elétrica, como também aumentar consideravelmente o consumo de água. Assim, reduzir o tempo de banho pode ser útil em vários sentidos.

Há muitos tipos de tecidos que não precisam ser passados e portanto ao comprar suas roupas, se optar por esses tipos de tecidos, certamente é uma boa estratégia para diminuir a quantidade de roupas a serem passadas e consequentemente menos tempo de uso do ferro de passar.

Até a forma de você passar a roupa pode impactar no consumo de energia. Existem pessoas que dão apenas um “tapa na roupa”, enquanto que outras passam dois lados e faz questão de fazer um trabalho impecável.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.