O consumo de energia elétrica e as dicas de economia

O consumo de energia elétrica e as dicas de economia de energia. Veja a entrevista com a Copel - Companhia Paranaense de Energia onde o engenheiro responde diversas perguntas sobre energia elétrica.

Home Cidadania

Energia elétrica é coisa séria, a conta nem se fala. O consumo de energia elétrica nas residências é um assunto importante e importa que haja uma conscientização sobre o assunto e principalmente o que podemos fazer para economizar energia elétrica. Será que os aparelhos eletrodomésticos e eletroeletrônicos novos consomem menos energia elétrica que os aparelhos antigos? Existe algum limite para que novos equipamentos sejam produzidos visando economia de energia elétrica?

Pode parecer pouco, mas se você economizar 10% na sua conta de luz é algo muito significativo. Imagine que se todas as pessoas fizerem isso, o país terá economizado 10% de energia. Seria algo extraordinário.

Para tentar ajudar nesta conscientização, procurei aqueles que mais entendem do assunto para dar algumas dicas que julgo valiosas no dia a dia das pessoas. Entrei em contato com a Copel – Companhia Paranaense de Energia que prontamente me atendeu e deu dicas importantes sobre o consumo de energia no uso do chuveiro, ferro de passar, geladeira, máquina de lavar roupas, lâmpadas, computadores, entre outros.

O crédito das respostas é do Sr. Jorge Eduardo Schorr, técnico do Departamento de Utilização de Energia da Copel.

Aparelhos eletroeletrônicos novos versus antigos

Blog do Luis: Os aparelhos antigos consomem mais energia que os novos?

Copel: Sim, tanto quanto os automóveis antigos consumem mais combustível que os de hoje. A evolução da tecnologia de materiais – principalmente – tem proporcionado condições para que sejam produzidos aparelhos e equipamentos cada vez mais eficientes sob o ponto de vista do consumo de energia. Um grande impulso a essa evolução foi dado pela conscientização de que o consumo racional de energia elétrica está profundamente associado à preservação dos recursos naturais e à manutenção da sustentabilidade do planeta.

Blog do Luis: A tendência é que cada vez mais os aparelhos passem a economizar mais energia ou já estamos no limite?

Copel: Partindo do princípio de que não há nada no mundo que não possa ser feito de forma mais eficiente e com rendimento melhor, é possível dizer que não há limites para o avanço tecnológico. Assim como há 20 anos não se imaginava que a rotina das pessoas pudesse depender tanto da informática e dos computadores, é difícil imaginar como será nossa rotina daqui a 20 anos. Existem diversas pesquisas e experimentos em andamento pelo mundo na área dos supercondutores, material cerâmico capaz de conduzir eletricidade com zero de perda. Talvez esse material possa vir a ser, no futuro, um importante componente de aparelhos e equipamentos elétricos, reduzindo seus níveis de consumo.

Blog do Luis: Quais as dicas para quem vai comprar aparelhos eletroeletrônicos?

Copel: A principal recomendação é prestar muita atenção à potência do aparelho ou equipamento desejado, já que potência e consumo guardam relação direta. Preferir os aparelhos que apresentam o Selo Procel de eficiência energética e tomar cuidado para não superdimensionar necessidades, adquirindo equipamentos grandes demais ou potentes demais para o regime de uso a que serão submetidos. Por exemplo, instalar diversas lâmpadas de potência muito elevada para iluminar um cômodo pequeno ou adquirir um eletrodoméstico cuja capacidade máxima de operação jamais será ocupada. De pouco adianta o eletrodoméstico apresentar um elevado rendimento energético se a sua utilização for pouco racional.

Outros itens

Veja outros assuntos sobre economia de energia na sequência da entrevistas nos links abaixo:

Como vimos nos links acima, não é necessário abrir mão do conforto para economizar energia, basta fazermos a nossa parte, evitando o desperdício e usando de forma racional e consciente os aparelhos eletroeletrônicos em nossa casa.

Agradeço a Copel na pessoa do  Sr. Jorge Eduardo Schorr pela entrevista.

Outras perguntas e respostas comuns

Como faço para economizar na utilização das lâmpadas?

Para começar com uma economia bem consciente você deve se regrar na hora da compra, no link (que já foi citado acima) você encontra um post que especifica qual lâmpada seria a mais viável, pois pode reduzir o consumo de energia em até 4 vezes, vale a pena conferir!

Depois de saber qual a melhor escolha é hora de pensar como usar sua lâmpada para uma economia maior ainda. Uma boa dica seria desligá-las quando não tiver ninguém precisando, ou transitando no cômodo que ela se localiza.

Quando sair para algum passeio desligue todas, e em casos de viagens prolongadas seria um diferencial se você pudesse desativar a chave geral de energia de sua residência.

E na cozinha, qual a forma mais econômica?

Na cozinha, você pode optar por deixar seus eletrodomésticos ligados à tomada somente na hora de utilizá-los. Existem alguns que dependem da energia todo momento, mas esses são exceções. Ferramentas, como: forno microondas, fornos convencionais, liquidificador, grill, entre outros, não necessitam estarem a todo o momento na tomada.

Deixá-los ligados sempre, ou na maior parte do tempo, além de consumir muita energia e pesar no seu bolso no fim do mês, também pode danificar algum aparelho seu.

Qual a melhor opção na hora da compra de eletrodomésticos e eletroeletrônicos?

Para que você tenha um melhor aproveitamento de seus aparelhos eletrônicos em casa precisa dar uma maior atenção a algumas características elétricas na hora da compra.

Esses aparelhos têm um selo bem fácil de achar que dá suas características elétricas e nível de aproveitamento. Procure os que têm uma escala mais proveitosa (que esteja mais perto do A).

Quais cômodos da casa consomem mais energia?

Isso vai depender dos hábitos de consumo que você e sua família detêm. Se forem acostumados com um ar-condicionado bem gostoso o dia inteiro terão um consumo bem grande nos quartos, pois o ar é um dos maiores vilões da conta de luz. O recomendável seria desligá-lo toda vez que sair do ambiente.

Outros aparelhos que consomem muita energia são o chuveiro elétrico e o ferro de passar roupa. Fazendo com que quartos e banheiros detenham uma boa parcela da sua conta de luz. Cabe a você detectar onde há o desperdício e tomar medidas para um melhor aproveitamento energético.

O que faço com meus aparelhos eletrônicos antigos?

Como você já viu ao ler esse post, os eletrônicos antigos têm uma maior tendência em aumentar sua conta de luz no fim do mês, por isso uma medida a se pensar seria substituí-los por novos sempre que possível.

Sabemos que nem todas as pessoas podem trocar uma boa parte de seus aparelhos periodicamente, mesmo eu em um longo período de anos, porém você pode detectar quais os que gastam mais e separá-los em uma escala de velhice. No final, você trocará de 10 em 10 anos (um exemplo) os que mais pesam no seu bolso e economizará bastante energia.

Se eu começar a economizar energia, o que pode acontecer de bom?

Antes de tudo, você estará poupando seu dinheiro no fim do mês, o principal motivo por muitas pessoas pensarem em economizar energia. Mas, você também deve levar em conta que esse controle refletirá uma medida sustentável, de auxilio ao meio ambiente.

Todos os anos se cogitam a ideia de construção de novas usinas de produção de energia para suprir a demanda crescente por ela. Essas usinas, muitas das vezes, destroem os habitats de diversos animais e tiram a vegetação do local, transformando a paisagem e degradando, por vezes, o equilíbrio ambiental da região.

Então, quer dizer que economia de energia é sinônimo de sustentabilidade?

Seria algo do tipo, pois se você regrar seu consumo, o nível energético necessário para suprir a demanda da sua casa diminuirá. Se todos agissem assim refletiriam significativamente na produção das usinas elétricas, sem tanta demanda de recursos naturais, ou devastação de áreas ambientais.

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio