Importância da universidade e do conhecimento

Qual a importância da universidade para a obtenção do conhecimento e do desenvolvimento do país? Veja uma análise e as classificações do conhecimento humano. Leia o artigo.

Home Educação

Quando criança e adolescente vivi em um sítio no interior de Minas, lá minha família plantava milho, arroz, feijão e café. Os três primeiros para o próprio consumo e o último era a fonte de renda que tínhamos. Na época o trabalho era duro, pois além de ser trabalho braçal, a falta de conhecimento no processo de plantio e manuseio da terra nos levava a trabalhar mais e produzir menos.

Importância do conhecimento

Mas o que isso tem a ver com universidade e conhecimento? Tudo. Hoje quando retorno a aquela região vejo pessoas que sozinhas produzem algumas vezes mais a quantidade que produzíamos e com zero de trabalho braçal. Embora essas pessoas não tenham cursado uma universidade, elas beneficiam do conhecimento de outros que fizeram e assim acontece em toda a sociedade.

Pense na construção civil, na indústria, na forma de comunicação entre as pessoas, entre outros. Hoje trabalhamos de forma mais produtiva e menos intensa do que a 30 ou 40 anos atrás. Isto tem a ver com o conhecimento e tem a ver com as universidades.

Por falar em conhecimento, é bom definir sua classificação, que pode ser: filosófico, científico, teológico e empírico.  Filosófico é aquele produzido pela filosofia, baseado no pensamento e observação. O conhecimento científico é produzido pela ciência, baseado em experimentos. O conhecimento teológico é produzido pela religião, baseado na revelação da Bíblia. Por fim o conhecimento empírico é produzido pela crença popular e que é transmitida de geração para geração.

Importância da universidade

Historicamente o Brasil foi um país que deixou em segundo plano a formação acadêmica e isto trouxe muitos prejuízos a todos nós. Aliás, este é um motivo que vez ou outra é citada por analistas econômicos como um entrave ao crescimento do país. Embora estejamos vivendo um momento de corrida pela formação acadêmica, temos de levar em conta que há muito terreno a ser recuperado.

Embora a universidade não seja a única forma de obter o conhecimento, ela é um grande referencial para o desenvolvimento humano.  Em meio a crise que assolou o mundo após 2008, o presidente americano Barack Obama afirmou: “vamos sair da crise, temos as melhores universidades”. Observe a importância da universidade para os EUA não só na formação de jovens, mas na formação de uma economia sólida.

E você? Você não fez um curso superior? Se não, saiba que nunca é tarde para fazer, especialmente com as diversas opções que temos atualmente, como exemplo os cursos superiores a distância. Se quiser conhecer mais sobre eles, visite a seção Educação a Distância disponível no menu lateral deste blog. Bons estudos.

Perguntas e respostas

Uma pessoa com curso superior irá ganhar mais dinheiro do que alguém sem formação?

Não necessariamente. A ideia de ganhar dinheiro não está implícito em uma formação superior, muito embora, em muitas situações isto é verdadeiro. Há muitas pessoas sem curso superior que ganham muito dinheiro com seu trabalho, contudo, alguém que tenha uma boa formação tende a ter mais oportunidades de trabalho e por isso pode ganhar mais.

O conhecimento é tudo que se precisa?

Não. Na educação técnica usamos os termos: conhecimento, habilidade e atitude, podendo inclusive incluir valores também. Esta definição ser para mostrar o conjunto que precisa ser trabalhado para a formação profissional de uma pessoa. Assim o conhecimento é parte importante, mas não pode ser visto isoladamente.

As faculdades e universidades formam como deveriam?

Como elas deveriam formar? Sem responder a esta pergunta, não poderemos respostar a outra. É comum ouvirmos críticas e muitas delas consistentes, mas muitas vezes esperamos das instituições e suas propostas educacionais, algo que elas não podem fazer. Em linha geral, as formações superiores que temos no Brasil é boa e aceitável. Há exceções, bem como há pessoas que não aproveitam todo o potencial que o curso oferece.

O conhecimento transforma?

Respeitando as devidas limitações, sim. Há conhecimentos que são inclusive destrutivos, mas quando usado de maneira correta e como mostrado acima, traz muitos benefícios. Isto ajuda e muito, mas transformação é uma palavra forte demais e precisaríamos entender bem o que queremos dizer. Penso que o conhecimento alavanca, esclarece e impulsiona positivamente.

Gostou? Compartilhe



 

Leia também:



© 2008-2019 | Professor Digital | Política de Privacidade | Em Jesus Cristo eu confio