Os formatos de imagens para a web: JPEG ou JPG, GIF e PNG

Conheça nesta comparação as diferenças entre os formatos de imagens JPEG ou JPG, GIF e PNG. Esses formatos de imagens são bastante populares, especialmente na internet.

Home » Tecnologia

Quando você navega em um site qualquer é comum encontrar imagens e ilustrações de todos os tipos, contudo, os formatos aceitos na internet não são muitos, na verdade eram três: GIF, JPG e PNG, mas atualmente alguns navegadores já suportam o SVG que é uma nova proposta de imagens para a internet.

Os três formatos tradicionais de imagens para a web podem ser criados em praticamente todos os programas gráficos, como o Photoshop, Fireworks, Paint.NET, entre outros. Abaixo veremos as principais características de cada um deles.

GIF

GIF é a sigla de Graphics Interchange Format, um formato de arquivo de imagem suportado pelos principais navegadores de internet. Quando um formato é suportado pelos navegadores significa que os desenvolvedores podem usar aquele formato na construção de sites, já que os navegadores mostrarão a imagem para o usuário.

O GIF tem como característica mais conhecida o suporte a animações e já foi muito explorado no passado na criação de inúmeros GIfs animados. Contudo, o formato suporta apenas 256 cores o que torna inviável para o uso de imagens muito coloridas já que ocorre a perda da qualidade nesses casos.

O GIF é pode ser usado para: imagens de origem vetorial ou pequenas animações.

Veja abaixo uma imagem no formato GIF:

Exemplo de imagem no formato GIF

JPEG ou JPG

JPEG é sigla de Joint Photographic Experts Group, é um formato amplamente usado na internet para exibição de imagens, especialmente fotos. Também é o formato padrão da grande maioria das máquinas digitais e celulares que tem câmera digital embutida.

Sua grande característica é o suporte a mais de 16 milhões de cores, tornando ideal para fotos de alta qualidade. Outra grande característica do JPG é que ele suporta uma grande compressão de arquivo, reduzindo muito o tamanho do arquivo, porém quando maior a compressão maior será a perda de qualidade da imagem.

Veja abaixo uma imagem no formato JPG:

Exemplo de imagem no formato JPG ou JPEG

PNG

PNG é a sigla para Portable Network Graphics, um formato de imagem com alta compactação e sem perda de qualidade. O formato foi criado visando a substituição do GIF que era patenteado e tornou-se um dos formatos de imagens mais usados atualmente.

Sua grande e mais marcante característica é o suporte a transparência. Com ele é possível produzir uma imagem deixando-a o fundo transparente. Esta característica já era suportada no GIF, mas no PNG ela foi melhorada o que tornou o formato bastante popular.

Veja abaixo uma imagem no formato PNG:

Exemplo de imagem no formato PNG

SVG

O SVG é um novo formato de imagens que foi padronizado pelo W3C, um consórcio que estabelece padrões e tecnologias para a web, com o intuito de ser usado em navegadores. Este formato é baseado em XML, uma tecnologia parecida com o HTML, que usa tags ou marcações para definir conteúdos. O formato ainda é pouco conhecido, mas pelo fato de ser o único que foi criado especialmente para este fim, creio que ele terá um futuro grande neste segmento e deverá ser adotado com muito mais força daqui para frente.

Formatos de arquivos de mídia

Existem diversos formatos de arquivos de mídia que podem ser usados inclusive na web. Muitas vezes é um pouco confuso para quem não está muito habituado com as siglas e as tecnologias envolvidas. Por isso, é importante destacar que há outro formatos que podem ser usados na web também.

Abaixo veremos um resumo de alguns dos mais conhecidos arquivos de áudio e vídeo que temos disponíveis.

MP3

Esta é um formato de arquivo com alta taxa de compressão. A extensão que vai aparecer no arquivo para comprimir o áudio para arquivos em que você vai ter apenas que ouvir. É o primeiro formato inventado e sempre vem acrescentado no final do arquivo.

Este formato tornou-se praticamente um padrão para arquivos de áudio e amplamente usado em diversos serviços digitais, bem como no dia a dia das pessoas onde os dispositivos de gravação de áudio normalmente já usam o formato MP3.

MP4

Um pouco mais evoluído que o MP3, o mp4 quer dizer que temos um arquivo de vídeo e áudio juntos em um mesmo local. Podemos ver e ouvir e este foi considerado uma das maiores evoluções depois da faixa de MP3 criadas e disseminadas na Internet.

Se você usa celulares com Android, quando você grava um vídeo com seu celular, ele já gera no formato mp4. É uma pena que o iPhone não faça o mesmo.

Mpeg1

Entre o MP3 e o MP4 temos uma pequena evolução de arquivo que chamamos de mpeg1, que veio antes do mp4. Este é um arquivo que une em um mesmo pedacinho de mídia som e imagem, mas com qualidade inferior ao mp4 e com mais informações que um mp3.

Mpeg2

Se você tem um áudio e um vídeo juntos em um mesmo arquivo mas estão muito longos, talvez seja preciso para colocar em um CD ou DVD que você diminua um pouco o tamanho do seu arquivo. Logo, vai ter que criar um mpeg2, um arquivo de áudio e vídeo juntos que unem som e imagem mas em tamanho menor do que o MP4, para economizar espaço e você poder colocar as suas mais arquivos em um mesmo DVD ou pendrive, sem perder a qualidade.

Wav

Este é o nome dado pelas empresas Microsoft e IBM para seus arquivos de áudio criados em seus computadores. Não tem segredo: tudo o que for gravado em um PC será automaticamente wav, mas irá tocar em tocadores MP3.

Avi

Esta é a extensão de arquivo de vídeo mais conhecida no mundo todo porque os computadores e diversos eletrônicos transmitem as imagens neste formato, considerada até o momento universal.

Para saber a qual tipo acima pertence um arquivo basta olhar o seu nome depois do ponto final. Exemplo: se for uma música em MP3 deve estar escrito rock.mp3. Se for um filme em AVI vai estar escrito romance.avi.

Com informações de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Formato_de_ficheiro_gr%C3%A1fico

www.tecnomundo.com.br

https://www.infowester.com/histomptres.php

Perguntas e respostas

O que acontece se usar outro formato que não seja um desses?

O que acontece é que o navegador não irá reconhecê-lo e portanto não irá mostrar a imagem. Formatos como PSD, AI, EPS, CDR, TTF, entre outros são apropriados para o uso em seus respectivos programas ou naqueles em que houver compatibilidade, mas no caso dos navegadores eles irão reconhecer os formatos acima citados, até porque, são esses que geram arquivos menores.

É possível converter uma imagem de um formato para outro?

Sim, isto é possível. Há dois caminhos para isso, sendo o primeiro através de um programa de edição de imagens. Com ele basta abrir a imagem e depois salvá-la no outro formato desejado. A segunda forma é usando algum serviço de conversão de imagens, como exemplo o site https://convertio.co/pt/

Qual é o melhor formato?

Depende do propósito e da própria imagem. É evidente que para fotos, a melhor opção é o JPG, tanto é verdade que as máquinas digitais, bem como os aparelhos de celulares já geram as fotos neste formato. Para imagens vetoriais, o PNG é uma boa opção, mas se o programa tiver compatibilidade e a intenção for usar a imagem na web, o SVG é talvez a melhor opção. Já o GIF está em desuso e teve o seu auge com os famosos e odiados gifs animados.


VEJA TAMBÉM:

CANAL NO YOUTUBE

INSCREVA-SE:



Sistemas Web

Playlist de SQL

Youtube Youtube Youtube
© 2021 - Utilidade Pública: Tecnologia, Educação e Cidadania.